Busca avançada
Ano de início
Entree

Limites de especies e historia evolutiva de leptodactylus do grupo marmoratus (amphibia: anura: leptodactylidae): investigando grandes mudancas no passado da amazonia com pequenos sapos e marcadores ...

Processo: 09/51931-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Miguel Trefaut Urbano Rodrigues
Beneficiário:Antoine Fouquet
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/10335-8 - Sistemática e evolução da herpetofauna neotropical, AP.TEM
Assunto(s):Anura   Paleoclima   Delimitação de espécies   Filogeografia   Leptodactylus   Amazônia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Amazonia | Anura | Delimitacao De Especies | Filogeografia | Leptodactylus | Paleoclima

Resumo

A Amazônia é provavelmente o habitatterreste com a maior biodiversidade do planeta, mas o número, distribuição e história evolutiva das espécies permanecem desconhecidas. Este é o caso da maioria dos sapos, um grupo considerado ameaçado globalmente. Dada a taxa de destruição florestal e a preocupação com as mudanças climáticas, ê imperativo se obter uma melhor estimativa da biodiversidade dos sapos amazônicos assim como um melhor entendimento da sua origem e distribuição. Ainda, dada a sensibilidade às condições climáticas, os anfíbios são um bom modelo para a investigação da influência dos paleoclimas na diversificação Neotropical durante o Pleistoceno. Análises moleculares preliminares em espécies de Leptodactyius do grupo marmoratus mostraram um padrão acentuado de estruturação genética, provavelmente gerado pela flutuação drástica das distribuições geográficas e tamanhos populacionais ao longo dos 5 Mya. A relação entre as linhagens porém, permanecem muito pouco resolvidas para permitir um entendimento da história evolutiva dessas espécies. Os dados disponíveis são limitados à região nordeste da Amazônia, embora essas espécies estejam amplamente distribuídas na Bacia Amazônica. Neste projeto serão gerados dados adicionais de seqüências de genes mitocondriais e nucleares de populações amostradas em uma região mais ampla da Amazônia para uma melhor definição dos limites de espécies e entendimento das relações entre as populações. Os dados de datação molecular e modelagem dos nichos ecológicos serão usados para investigar a influência dos paleoclimas na distribuição total dessas espécies. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SALES NUNES, PEDRO M.; FOUQUET, ANTOINE; CURCIO, FELIPE F.; KOK, PHILIPPE J. R.; RODRIGUES, MIGUEL TREFAUT. Cryptic species in Iphisa elegans Gray, 1851 (Squamata: Gymnophthalmidae) revealed by hemipenial morphology and molecular data. ZOOLOGICAL JOURNAL OF THE LINNEAN SOCIETY, v. 166, n. 2, p. 361-376, . (09/51931-9, 07/00811-8, 03/10335-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.