Busca avançada
Ano de início
Entree

Hippolyto Gustavo Pujol Júnior (1880-1952) - engenheiro arquiteto e civil: fontes para o estudo da introdução da tecnologia do concreto nas obras arquitetônicas de São Paulo

Processo: 95/06939-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 1996
Vigência (Término): 31 de janeiro de 1998
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Maria Lucia Caira Gitahy
Beneficiário:Andre Luis Balsante Caram
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História social   História da arquitetura   Arquitetura eclética   Concreto   Tecnologia do concreto   Modernismo   Engenheiros   Arquitetos

Resumo

Este projeto de pesquisa para Bolsa de Iniciação Científica da FAPESP busca realizar um levantamento documental sistemático para o estudo da obra de Hippolyto Gustavo Pujol Júnior, engenheiro civil e arquiteto formado pela Escola Politécnica no início do nosso século - cobrindo grosso modo o período que vai dos últimos anos do século passado aos primeiros anos da década de 1950. A partir da localização das obras, pretende-se analisá-las em todos os seus aspectos, compondo um quadro geral da produção técnica e arquitetônica por ele desenvolvida. Aspectos de sua formação profissional e de sua produção teórica e crítica, assim como do contexto histórico em que desenvolveu suas atividades, também serão objeto desta investigação. Um aspecto será enfatizado: o uso do concreto nestas obras. O período focalizado caracteriza-se pela introdução da tecnologia do concreto em São Paulo e interessa esclarecer aqui as condições em que esta ocorre e sua difusão nas obras paulistas, sendo razoável levantar a hipótese de que alguns dos engenheiros-arquitetos da Politécnica tenham tido um papel importante nesta difusão. Entre eles certamente destaca-se a figura de Hippolyto Gustavo Pujol Júnior. Como o concreto acaba por tomar-se linguagem muito significativa na passagem do ecletismo ao modernismo arquitetônico, é mais do que justificado o interesse histórico pelo momento de sua introdução. Este projeto de pesquisa busca um diálogo entre duas temáticas que atualmente estão sendo investigadas pelo Departamento de História da Arquitetura da FAU/USP, a da história social da tecnologia do concreto em São Paulo, desenvolvida pela orientadora deste trabalho Profª Drª Maria Lucia Caira Gitahy, e a do significado histórico e arquitetônico da obra dos engenheiros-arquitetos formados pela Politécnica, e neste sentido contará com a colaboração da arquiteta e Profª Maria Lucia Bressan Pinheiro, que atualmente desenvolve tese de doutorado sobre a arquitetura moderna paulista. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)