Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao de comunidades microbianas em biorreator aerobio por analises de t-rflp.

Processo: 08/50531-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Lucia Regina Durrant
Beneficiário:Cristina Kampus Mantovani
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Águas residuárias

Resumo

Uma das principais fontes de poluentes perigosos no ambiente são os resíduos industriais. Dentre estes resíduos, substâncias como nitrogênio amoniacal e fenol se mostram bastante prejudiciais ao homem e ao meio ambiente. O tratamento desses efluentes utilizando biorreatores, pelo tratamento por Iodos ativados, pode ser utilizado na remoção associada de fenol e nitrogênio amoniacal. No entanto, para tornar o projeto e a operação desses biorreatores mais praticáveis e menos empíricos, é necessário investigar a estrutura e a função das populações microbianas presentes neste ambiente. Estudos filogenéticos moleculares baseados em métodos independentes de cultivo têm aumentado enormemente o conhecimento da diversidade microbiana nas últimas décadas. O objetivo desse trabalho é caracterizar a estrutura de comunidades microbianas envolvidas em processos de controle e remediação de poluição utilizando um reator aeróbio, operando um sistema de Iodos ativados com biomassa em suspensão, em bateladas seqüenciais, com uma abordagem independente de cultivo através da técnica de T-RFLP. As amostras serão provenientes de um tanque anóxico do sistema piloto de Iodos ativados, instalado no Centro Tecnológico de Hidráulica da USP (CTH) alimentado com água residuária sintética constituída predominantemente por nitrogênio amoniacal e fenol. Para tal, será realizada a extração dg DNA das amostras em seis diferentes momentos de retenção de reatores biológicos aeróbios, seguida da amplificação do gene que codifica o RNA ribossomal 16S, com primers específicos para o Domínio Eacteria, marcados com fluorocromo. As amostras digeridas serão sequenciadas e analisadas no Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA/UNICAMP), utilizando-se o sequenciador MegaBACE 1000 (Amersham Biosciences) e o software Genetic Profiler, respectivamente. A identificação dos fragmentos mais importantes será feita através da digestão in silico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)