Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da importância dos polimorfismos dos fatores pró-inflamatórios (IL-12; FNTalfa; LTalfa) e anti-inflamatórios (IL-10, CTLA-4) em indivíduos com anemia hemolítica auto-imune

Processo: 05/04698-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Maria Stella Figueiredo
Beneficiário:Leandro Salati D'Abronzo
Instituição-sede: Departamento de Medicina. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Anemia hemolítica auto-imune   Citocinas   Polimorfismo genético   Hematologia   Autoimunidade

Resumo

Anemia Hemolítica Auto-Imune (AHAI) é doença auto-imune bem conhecida, causada pelo desenvolvimento de auto-anticorpos eritrocitários. A patogênese da AHAI é multifatorial, incluindo: ignorância do auto-anticorpo eritrocitário; Mimetismo molecular entre antígenos próprios e não; Ativação policlonal T e/ou B; Erros na tolerância central ou periférica; Distúrbios regulatórios, incluindo alterações dos mecanismos das citocinas OBJETIVOS: Frente ao pequeno número de estudos em AHAI no Brasil, e pela importância que a análise de citocinas parece ter neste tipo doença, temos como objetivos: Determinar a freqüência dos seguintes polimorfismos gênicos em pacientes com AHAI: fator de necrose tumoral alfa (FNTa) e linfotoxina alfa (LTa), interleucina 10 (IL-10), interleucina 12 (IL-12) e CTLA-4, comparando-a com a do grupo controle; Dentro do grupo de pacientes com AHAI, correlacionar a presença desses polimorfismos com a presença de outras manifestações auto-imune associadas. CASUÍSTICA: Serão estudados 30 indivíduos portadores de AHAI a quente, em acompanhamento ambulatorial na Disciplina de Hematologia e Hemoterapia da UNIFESP/EPM. O grupo controle será formado por 30 indivíduos normais, pareados por raça, doadores voluntários do Hemocentro da UNIFESP/EPM. MÉTODOS: Os níveis séricos das citocinas estudadas (IL-10, IL-12, TNFa e LTa) serão avaliados pelo método de enzima-imunoensaio (ELISA), segundo especificações do fabricante. Análise molecular dos polimorfismos IL-10, IL-12, TNFa e LTa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
D'ABRONZO, L. S.; BARROS, M. M. O.; BORDIN, J. O.; FIGUEIREDO, M. S. Analysis of polymorphisms of TNF-alpha, LT-alpha, IL-10, IL-12 and CTLA-4 in patients with warm autoimmune haemolytic anaemia. INTERNATIONAL JOURNAL OF LABORATORY HEMATOLOGY, v. 34, n. 4, p. 356-361, AUG 2012. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.