Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do exercicio fisico agudo e cronico na expressao de inos e s-nitrosacao das proteinas de sinalizacao insulinica em musculo de ratos obesos.

Processo: 06/06961-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de maio de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Mario Jose Abdalla Saad
Beneficiário:Adelino Sanchez Ramos da Silva
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia   S-nitrosação   Resistência à insulina   Obesidade   Óxido nítrico sintase tipo II
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:exercício físico agudo e crônico | iNOS | obesidade | resistência a insulina | S-nitrosação | via inflamatória | Endocrinologia

Resumo

A obesidade é um problema de saúde pública, com elevada morbi-mortalidade. A resistência à insulina que acompanha a obesidade é um mecanismo fisiopatológico relevante e que prediz a evolução para diabetes e doença cardiovascular. Entretanto, os resultados apresentados pelos estudos que buscam a compreensão dos processos envolvidos com a resistência à insulina na obesidade permanecem ainda não totalmente elucidados. Recentes estudos sugerem que a oxido nítrico sintase induzível (iNOS) esta envolvida na patogênese da resistência à insulina na obesidade. Por outro lado, é bem estabelecido que o exercício físico tanto agudo como crônico melhora a sensibilidade à insulina no músculo de humanos e animais. Entretanto, o mecanismo pelo qual o exercício melhora a sinalização da insulina permanece incompreendido. Sugere-se, que o exercício físico possa promover uma downregulation na expressão da iNOS. É possível que essa regulação envolva a proteína quinase ativada por AMP (AMPK), uma enzima sensível ao “status” energético celular, e que se constitui numa molécula importante para a regulação de múltiplos processos metabólicos. Tal possibilidade deve ser considerada, pois durante o exercício físico ocorre um aumento na atividade da AMPK, e recentemente tem sido sugerido que esta quinase pode modular a iNOS. Assim, o presente estudo pretende investigar se a resistência à insulina mediada pelo aumento dos níveis de iNOS e conseqüente processo de S-nitrosação de proteínas envolvidas nos passos iniciais a via de transdução do sinal da insulina pode ser revertida pelo exercício físico agudo e crônico em músculo esquelético de animais obesos induzidos por dieta rica em lipídeos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAULI, JOSE R.; ROPELLE, EDUARDO R.; CINTRA, DENNYS ESPER; DE SOUZA, CLAUDIO TEODORO; DA SILVA, ADELINO S. R.; MORAES, JULIANA C.; PRADA, PATRICIA O.; DE ALMEIDA LEME, JOSE A. C.; LUCIANO, ELIETE; VELLOSO, LICIO A.; et al. Acute exercise reverses aged-induced impairments in insulin signaling in rodent skeletal muscle. MECHANISMS OF AGEING AND DEVELOPMENT, v. 131, n. 5, p. 323-329, . (06/06960-2, 06/06961-9)
DA SILVA, ADELINO S. R.; PAULI, JOSE R.; ROPELLE, EDUARDO R.; OLIVEIRA, ALEXANDRE G.; CINTRA, DENNYS E.; DE SOUZA, CLAUDIO T.; VELLOSO, LICIO A.; CARVALHEIRA, JOSE B. C.; SAAD, MARIO J. A.. Exercise Intensity, Inflammatory Signaling, and Insulin Resistance in Obese Rats. MEDICINE AND SCIENCE IN SPORTS AND EXERCISE, v. 42, n. 12, p. 2180-2188, . (06/06960-2, 06/06961-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.