Busca avançada
Ano de início
Entree

Geoquimica, petrogenese e geocronologia das rochas maficas ultramaficas das regioes de nova lacerda, conquista d oeste e vila bela da santissima trindade - mt, porcao sudoeste do craton amazonico.

Processo: 07/50002-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2007
Vigência (Término): 20 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Vicente Antonio Vitorio Girardi
Beneficiário:Paulo César Corrêa da Costa
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Petrologia   Cráton Amazônico   Geoquímica isotópica   Geoquímica   Rochas ultramáficas

Resumo

O projeto a ser desenvolvido no GMG/IGc/USP, tem por objetivo precípuo, sob o ponto de vista acadêmico, estudar a classificação, a idade, a origem e a evolução das rochas máficas-ultramáficas das regiões de Nova Lacerda, Conquista D'Oeste e Vila Bela da Santíssima Trindade - MT (porção SW do Cráton Amazônico), e sua relação com a geoquímica e geodinâmica da crosta e do manto; e sob o aspecto econômico, focalizar a possibilidade de mineralizações. O interesse pelo desenvolvimento desta pesquisa justifica-se em função da escassez de informações petrológicas, geoquímicas e geocronológicas das rochas máficas-ultramáficas da região proposta. Pretende-se, neste projeto, dar ênfase na determinação das razões isotópicas (Sr, Nd e Pb) com a finalidade de melhor caracterizar os reservatórios mantélicos, e estabelecer a idade das rochas máficas-ultramáficas dessa porção do Cráton Amazônico. O estudo de tais rochas é tema de pesquisa que vem sendo desenvolvida no âmbito da Plataforma Sul-Americana (Cráton São Francisco, Maciço de Goiás, Cráton Amazônico e Cráton Rio de La Plata). Contudo, na região SW do Cráton Amazônico, que constitui o alvo desta pesquisa estudos detalhados acerca dos seus numerosos corpos máficos-ultramáficos são escassos, e na maioria dos casos, inexistentes. Cabe salientar que a presente proposição encontra-se inserida em uma das linhas de pesquisa mais importantes do IGc/USP, amparado no projeto FAPESP (Processo FAPESP 2004/03022-6), sob a coordenação do Prof. Dr. Vicente A. V. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)