Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da presença de mutações de resistência primária ao antiviral lamivudina em indivíduos co-infectados pelo HBV/HIV

Processo: 09/50003-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Shirley Cavalcante Vasconcelos
Beneficiário:Nathalia Mantovani Pena
Instituição-sede: Centro Universitário Lusíada. Fundação Lusíada (UNILUS). Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Lamivudina   HIV   Mutação   Resistência microbiana a medicamentos

Resumo

A lamivudina (3TC) é o antiviral mais utilizado no tratamento dos indivíduos co-infectados HBV/HIV com resposta satisfatória para ambos os vírus. O 3TC é a primeira opção de tratamento contra o HBV em Indivíduos infectados pelo HBV e HIV, por ter ação nas duas polimerases destes vírus diminuindo a carga viral de ambos (no caso do HIV, fazendo parte da terapia altamente ativa - HAART) e melhorando o prognostico destes pacientes. A existência de resistência primária ao 3TC implica em resposta Inicial seguida de falha, como também, significa falha a outros antivirais que sejam futuramente utilizados como é o caso do adefovir e entecavir, demonstrando resistência cruzada entre estas drogas. Além disso, a Baixada Santista ó uma região portuária e evidencia grande circulação de pessoas, como também a presença de comportamentos de risco, associados ao uso de drogas, trabalhadoras do sexo, etc.., aumentando o risco da transmissão das variantes de resistência primaria. Logo, o principal objetivo deste estudo é avaliar o perfil de resistência primária ao antiviral lamivudina em indivíduos co-infectados HBV/HIV. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)