Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulacao de nhe3 nas acidoses metabolica e respiratoria.

Processo: 07/57468-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Nancy Amaral Reboucas
Beneficiário:Pedro Henrique Imenez Silva
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/01683-5 - Estudo molecular e funcional de transportadores de íons em membranas, AP.TEM
Assunto(s):Acidose respiratória   NHE3
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Acidose Metabolica | Acidose Respiratoria | Atividade Promotor | Estabilidade De Mrna | Nhe3 | Secrecao Do H+

Resumo

Em túbulos proximais de mamíferos, NHE3 é a forma de permutador Na+/H+ mais abundante em membrana apical, sendo responsável pela reabsorção de grande parte do NaCI e NaHCO3 filtrados nos glomérulos. Esta isoforma de permutador, portanto, tem papel essencial na homeostase de volume, e consequentemente na determinação dos níveis de pressão arterial, e na homeostase ácido-base. O animal submetido a excesso de ácidos fixos mostra adaptações na sua capacidade de secretar H+ tanto em túbulos proximais como em nefro distal. Há também aumento considerável na produção de amônium. Na hipercapnia crônica, os rins também mostram aumento na capacidade de secretar H+ e reabsorver HCO3-, tendendo a levar para a normalidade a razão [HCO3-/CO2], da qual depende o pH dos fluidos corporais. As adaptações das células de túbulos proximais às condições de acidose metabólica ou respiratória já foi analisada em diversos laboratórios, mas há alguns aspectos dessas adaptações que não estão adequadamente elucidados, especialmente no que se refere a alterações nos níveis de mRNA-NHE3, na atividade do promotor do gene NHE3 e na distribuição da proteína NHE3 em membrana apical. As questões que pretendemos abordar durante o desenvolvimento do projeto proposto se referem ao estudo dos mecanismos de regulação transcrional do gene NHE3, com o objetivo de identificar os elementos da região promotora-reguladora do gene que são importantes para modulação da transcrição gênica por estímulos acidóticos, seja na acidose respiratória seja na acidose metabólica, e analisar o efeito desses modelos de acidose nos níveis de mRNA-NHE3, na meia vida do mRNA-NHE3, nos níveis de proteína-NHE3 e na sua distribuição em membrana apical e vesículas subapicais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)