Busca avançada
Ano de início
Entree

A música italiana e a inaudibilidade sensível

Processo: 07/03931-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2007
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Silvio Ferraz Mello Filho
Beneficiário:Leonardo Adriano Viegas Aldrovandi
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Estética (arte)   Composição musical

Resumo

O trabalho pretendido se divide em três partes interconectadas: atividade musicológica, atividade composicional, e atividade pedagógica. A parte musicológica tem por meta a pesquisa, a aquisição de materiais (vinculada ao CDMC e às resoluções de seu conselho (Centro de Documentação da Música Contemporânea, da Unicamp), a produção e divulgação de conhecimento através de ensaísmo estético sobre a forma que se oferece à escuta na obra de compositores contemporâneos italianos. Dentre eles, figuram os nomes de Salvatore Sciarrino, Ivan Fedele, Stefano Gervasoni, dentre outros. Uma metáfora chamada “campo de forças” da escuta será a base global para uma teorização sobre obras e trechos de composições italianas. Com ela, pretende-se analisar as relações de força entre objetos de uma obra a partir de figuras conceituais como silêncio, tempo, movimento e coalescência. A atividade composicional buscará desenvolver ideias musicais do pesquisador também dentro deste mesmo contexto. Ela envolve o aprimoramento de cálculos de velocidade figural com auxílio tecnológico, desenvolvidos desde o doutoramento (e em acordo com o atual projeto temático de Silvio Ferraz, O computador como espaço de criação e performance musicais, no que diz respeito a cálculos pré-composicionais), além de ideias contextuais específicas sobre campo de forças para cada peça instrumental, dentro de uma estética global sobre a inaudibilidade tornada sensível. A atividade pedagógica inclui a proposta de um curso semestral de acordo com as necessidades e interesses da Universidade, o qual incluirá a análise de algumas obras instrumentais da música recente, duas palestras semestrais sobre as composições no plano mais aprofundado e estético-filosófico, e auxílio à produção de música contemporânea junto a intérpretes específicos e à orquestra da Unicamp. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)