Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores intervenientes no funcionamento das centrais de esterilizacao a oxido de etileno com as instituicoes de saude relacionados a legislacao vigente.

Processo: 01/04977-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2001
Vigência (Término): 31 de julho de 2002
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Pesquisador responsável:Maria Isabel Pedreira de Freitas
Beneficiário:Daniela Bonfietti Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Esterilização   Óxido de etileno

Resumo

A esterilização a óxido de etileno (ETO) é largamente utilizada para processar/reprocessar artigos médico-hospitalares delicados e termossensiveis, realizada por serviços terceirizados. A utilização desses serviços pelas instituições de saúde torna-se cada vez mais freqüente, considerando-se os riscos ambientais e ocupacionais que este método representa ao pessoal, o qual manuseia os equipamentos e realiza o processo e pela falta de estruturas adequadas e recursos humanos, tecnicamente preparados, para a administração do setor. Este estudo tem como propósito verificar, junto às instituições prestadoras de serviços de esterilização a ETO, como tem sido a dinâmica de funcionamento com as instituições de saúde que contratam seus serviços, identificando fatores que interferem nesta dinâmica, tendo como ponto de referência a portaria interministerial vigente. Será aplicado questionário aos proprietários das centrais de esterilização, por ocasião de visita da pesquisadora aos locais de esterilização situados no município de São Paulo, Campinas e Sorocaba. Será realizada a análise quantitativa dos dados coletados durante as visitas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)