Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinamicas socioambientais, desenvolvimento local e sustentabilidade na raia divisoria São Paulo - Paraná - Mato Grosso do Sul

Processo: 10/08351-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Regional
Pesquisador responsável:Messias Modesto dos Passos
Beneficiário:Larissa Araújo Coutinho de Paula
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/55505-3 - Dinâmicas socioambientais, desenvolvimento local e sustentabilidade na raia divisória São Paulo-Paraná-Mato Grosso do Sul, AP.TEM
Assunto(s):Desenvolvimento regional   Análise regional   Paisagem   Meio ambiente   Território

Resumo

As "fronteiras" são raias, isto é, áreas de integração onde os processos se manifestam segundo uma lógica de descontinuidade objetiva da paisagem ou, ainda, segunda uma impermeabilidade muito acentuada entre as parcelas do território submetidas às definições e redefinições territoriais mais ou menos independentes. O Projeto tem como objetivo maior estudar diferentes formas de integração em parcelas territoriais que, por pertencerem a diferentes âmbitos regionais, conhecem diferentes estágios de desenvolvimento, diferentes estruturas administrativas e diferentes relações com os mercados. A compreensão destes processos apenas será possível a partir da convergência de diferentes perspectivas: estudo sobre o meio ambiente, sobre o desenvolvimento rural, sobre planejamento regional e urbano, e, ainda, sobre as dinâmicas socioambientais e territoriais. Nesse sentido, é preciso desenvolver estudos dentro do contexto econômico e social predominante ao longo da história de ocupação desse território e, sobretudo, termos em consideração as "sucessivas sociedades" e suas relações com o meio, ou seja, (1) a degradação do meio ambiente a partir de uma análise integrada: desmatamento-erosão-assoreamento-desperenização dos cursos d´água; (2) a história do uso e da propriedade da terra; (3) dos impactos das grandes obras - hidrelétricas, usinas de álcool -; (4) dos reflexos dos movimentos sociais, notadamente, o MST; (5) dos reflexos das alterações do potencial ecológico e da exploração biológica sobre a sustentabilidade do desenvolvimento local-regional. A análise integrada será efetuada a partir da abordagem teórico-metodológica centrada no modelo geossistemico, reconhecido como um conceito antrópico, ou seja, ele (o geossistema) não tem por função explicar a sociedade na sua relação com o território, mas de entender a fisionomia e o funcionamento do território sob o impacto da sociedade. Um dos objetivos do Projeto, a produção de textos, sob o título geral "A raia divisória e seus municípios: contrastes e conflitos socioambientais", a ser publicados, inicialmente, em forma de encartes quinzenais (na imprensa regional), seriam agrupados e publicados em formato de livro.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)