Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise morfométrica e morfoestrutural da bacia do ribeirão Bom Jesus, Alto Rio Pardo-SP/MG

Processo: 04/12818-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Iandara Alves Mendes
Beneficiário:Alexandre Rangel Caretta
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/03960-5 - História de exumação da plataforma sulamericana a exemplo da região sudeste brasileira: termocronologia por traços de fissão e sistemáticas ar/ar e sm/nd, AP.TEM
Assunto(s):Bacia hidrográfica   Neotectônica   Morfometria   Redes de drenagem

Resumo

O trabalho a ser desenvolvido em nível de iniciação cientifica se insere no âmbito do grupo de pesquisa do Laboratório de Geomorfologia do Deplan - IGCE - UNESP, Rio Claro e visa aplicar uma gama de técnicas morfométricas de análise da rede de drenagem do relevo para a região do Alto Rio Pardo-SP/MG, a fim de determinar a influência das deformações crustais sobre a geometria das bacias hidrográficas. O estudo se fundamentará na aplicação de Índices morfométricos tais como índices de Relação Declividade x Extensão do Canal (RDE), a análise do Perfil Longitudinal dos rios e índice de densidade de drenagem, além de técnicas morfométricas de análise do relevo como as técnicas das paleosuperficies e a interpretação de foto lineamentos em imagens de radar. Os resultados serão interpretados como possíveis indicadores da atividade neotectônica na área, ou resposta dinâmica aos controles lito-estruturais das bacias. As principais estruturas geológicas serão medidas em campo e correlacionadas aos padrões de drenagem, a fim de evidenciar possíveis controles morfoestruturais. O cruzamento dos dados referentes aos índices anomalias/regularidades fluviais, como as evidências em campo, permitirá a construção de um mapa morfoestrutural que servirá de subsídio para os demais integrantes do grupo de pesquisa que desenvolvem trabalhos na área. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)