Busca avançada
Ano de início
Entree

Os filhos de Tupã: um projeto falando de Alencar

Processo: 09/50844-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 31 de maio de 2011
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Wilton José Marques
Beneficiário:Abner Oliveira dos Santos
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Poesia épica   Romantismo   Indianismo

Resumo

Os Filhos de Tupã (1863) foi um projeto de epopéia indianista do escritor romântico José de Alencar, e, ao lado de O Guarani (1857), intentava ser a outra resposta literária ao poema A Confederação dos Tamoios (1856), de Gonçalves de Magalhães. Inserido também na temática indianista, está inacabada obra épica propunha-se a narrar as origens mitológicas do povo brasileiro e assim também desempenhar um papel importante no processo de construção da identidade brasileira no período pós-independência. Tendo por base a carga de conhecimentos literários que adquiriu de seus estudos sobre a temática indianista, José de Alencar dedicou-se vários anos ao seu projeto épico. Entretanto por razões desconhecidas, tal projeto foi abandonado. Neste sentido, a proposta deste trabalho consiste em realizar uma leitura do material disponível sobre este que é um projeto falhado de Alencar, em conjunto com as Cartas sobre "A Confederação dos Tamoios", visando um entendimento do mesmo e a busca dos possíveis fatores de composição que teoricamente poderiam ter contribuído para com a inviabilidade do projeto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)