Busca avançada
Ano de início
Entree

AVALIANDO O POTENCIAL DE BACTÉRIAS PROMOTORAS DE CRESCIMENTO DE PLANTAS PARA SUBSTITUIR A FERTILIZAÇÃO NITROGENADA E MELHORAR A PRODUÇÃO DE FORRAGEM E VALOR NUTRITIVO DE AZEVÉM ANUAL(Lolium multiflorum)

Processo: 23/08363-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2024
Vigência (Término): 30 de novembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Ricardo Andrade Reis
Beneficiário:Carlos Eduardo Lima
Supervisor: Bruno Carneiro e Pedreira
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Tennessee (UT), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:21/05858-0 - Efeito de fontes de fertilizantes nitrogenados na produção de forragem e desempenho de bovinos recriados em pastagem do capim marandu, BP.IC
Assunto(s):Forragicultura
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Annual ryegrass pasture | Bacterial inoculation strategies | Forage acumulation | Produção de Forragem

Resumo

Pastagem é a maior fonte de alimentação para produção pecuária no Tennessee, portanto, é necessário explorar forragens alternativas para diversificar a produção pecuária. Azevém é uma alternativa para produzir forragem, potencialmente aumentando a lucratividade geral comparado aos demais sistemas de produção de forragem. O N é o nutriente mais limitante para o crescimento vegetal em todo o mundo e a adubação mineral é uma prática comum para aumentar a produtividade do sistema forrageiro por meio do aumento da taxa de lotação, e consequentemente o desempenho animal. Nesse sentido, o uso de bactérias promotoras de crescimento de plantas tem sido considerado uma excelente estratégia para aumentar a qualidade e a quantidade de forragem produzida, podendo impactar diretamente na redução do uso de fertilizantes químicos, gerando menor impacto ambiental. Os objetivos específicos deste projeto são quantificar os efeitos da inoculação de bactéria no estabelecimento e no acúmulo de forragem e valor nutritivo de pastagens de azevém anual, além de quantificar os efeitos replicados em casa de vegetação. A pesquisa no campo será conduzida em dois locais: Crossville e Greeneville, TN, EUA, enquanto a pesquisa na casa de vegetação será conduzida na Universidade do Tennessee, TN, EUA. O período experimental compreende de agosto a dezembro de 2024. O Design experimental será em blocos completamente aleatorizados, com quatro repetições. Os tratamentos aplicados no campo e na casa de vegetação serão Azospirillum brasilense Ab-V5 e Ab-V6 associados ou não com 50 ou 67 kg de Nitrogênio por hectare: T1 - Sem inoculação e sem adição de nitrogênio; T2 - Com inoculação e sem adição de Nitrogênio; T3 - Sem inoculação + 50 Kg N/ha; T4 - Sem inoculação + 67 Kg N/ha; T5 - Com inoculação + 50 Kg N/ha; T6 - Com inoculação + 67 Kg N/ha. No campo, três ou quatro semanas depois da semeadura, será mensurado o número de planta em duas sessões de 1 metro afim de avaliar o efeito da inoculação na população de plantas. Altura de dossel será mensalmente mensurado. O valor nutritivo da forragem será mensurado. Na casa de vegetação, trinta e cinco dias depois da emergência, as plantas serão removidas das bandejas e os brotos e raízes serão separados para analises posteriores, para determinar o volume radicular das raízes e os brotos para avaliar matéria seca e valor nutritivo. Essa pesquisa é de grande importância pois possibilitará a redução da utilização de adubos nitrogenados sem afetar a produtividade ou até mesmo eleva-la. Isso poderá ajudar, principalmente os pequenos fazendeiros, a reduzir os custos e desenvolver uma agricultura mais limpa.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)