Busca avançada
Ano de início
Entree

Regulação da maturação gonadal em peixes: papel dos long non-coding RNAs e microRNAs e suas aplicações na Piscicultura

Processo: 23/13211-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2024
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2029
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Rafael Henrique Nóbrega
Beneficiário:Beatriz Marques de Souza
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Genética   Regulação da expressão gênica   Maturação gonadal   Fertilidade   Piscicultura   Peixes   MicroRNAs   RNA longo não codificante
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:fertilidade | Maturação gonadal | ncRNAs | Piscicultura | Regulação gênica | Genética

Resumo

A maturação sexual dos peixes machos é regulada por um equilíbrio entre os processos de autorrenovação e diferenciação das espermatogônias tronco, presentes nos testículos. Recentemente, RNAs não codificantes (ncRNAs) como os lncRNAs (long non coding RNAs) e miRNAs (microRNAs) têm sido reconhecidos por desempenhar importantes papéis na regulação da expressão gênica, afetando processos como proliferação e apoptose celular. Apesar do crescente número de estudos envolvendo ncRNAs, o papel destes reguladores no controle da autorrenovação e diferenciação de células germinativas masculinas permanece, em grande parte, desconhecido. No intuito de compreender o papel dos ncRNAs na regulação gênica subjacente à diferenciação espermatogonial, o presente projeto tem como objetivos: 1) investigar o conjunto de lncRNAs e miRNAs expressos em testículos de zebrafish (Danio rerio) submetidos à ação do hormônio folículo estimulante (Fsh) em um sistema ex vivo; 2) identificar e caracterizar os lncRNAs e miRNAs expressos durante a maturação gonadal de zebrafish; 3) validar funcionalmente o papel de alguns dos lncRNAs diferencialmente expressos através de sua inibição por GAPmers, utilizando explantes testiculares; 4) identificar marcadores plasmáticos (c-miRNAs) para os diferentes estágios de maturação gonadal no pacu (Piaractus mesopotamicus), espécie nativa brasileira de grande interesse para a piscicultura nacional. Sendo assim, esperamos que os resultados obtidos nesse projeto possam esclarecer lacunas no conhecimento atual sobre a regulação da maturação gonadal em peixes, além de identificar marcadores plasmáticos de maturação gonadal em uma espécie nativa, com implicações práticas no monitoramento e seleção de animais reprodutivamente maduros, auxiliando em estratégias de manejo na piscicultura no Brasil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)