Busca avançada
Ano de início
Entree

Efetividade da Água Ativada por Plasma de Descarga por Barreira Dielétrica (DBD) como Agente Irrigante em Endodontia

Processo: 23/12059-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2024
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Cristiane Yumi Koga Ito
Beneficiário:Victória Kelly Fonseca Tavares
Instituição Sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/05856-7 - Aplicações de plasmas atmosféricos não-térmicos na odontologia: da bancada para a clínica, AP.TEM
Assunto(s):Endodontia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Endodontia | Líquidos ativados por plasma | Microbiologia aplicada | Terapia antimicrobiana

Resumo

Os métodos tradicionais de irrigação em Endodontia podem ter limitações por ser um processo complexo e clinicamente desafiador, uma vez que há a dificuldade de remoção completa do biofilme, não atingindo determinadas regiões do sistema de canais em virtude de questões anatômicas. Estudos relatam que os irrigantes endodônticos convencionais, apesar de demonstrarem ação antimicrobiana, têm potencial tóxico aos tecidos envolvidos e os circundantes. Neste contexto, surge a água ativada com plasma que demonstra efetiva atividade antimicrobiana, associada a efeitos anti-inflamatórios e indutores de reparo tecidual. A baixa toxicidade é uma vantagem relatada na literatura. Desta forma, o objetivo do presente estudo é avaliar a efetividade da água ativada com plasma como solução irrigante em Endodontia. Para tanto, a melhor condição de ativação da água deionizada que apresente atividade antimicrobiana frente aos micro-organismos indicadores Enterococcus faecalis e Candida albicans será determinada. Serão avaliados diferentes protocolos de ativação utilizando diversos gases e tempo de ativação, utilizando-se um sistema de ativação por Plasma de Descarga por Barreira Dielétrica (DBD), recentemente patenteado pelo nosso grupo. A caracterização química do plasma gerado será realizada por espectroscopia de massa de feixe molecular e espectroscopia de emissão óptica. As propriedades físico-químicas da água ativada por plasma serão monitoradas por meio dos parâmetros de pH, condutividade elétrica, e as concentrações de NO3-, NO2-, H2O2, HNO2 e O3. Após, os micro-organismos na forma planctônica ou biofilmes serão expostos à água ativada por diferentes tempos e a viabilidade das células remanescentes será avaliada por cultivo e por microscopia confocal a laser. O estudo dos efeitos da água ativada sobre as estruturas das células microbianas será realizado por microscopia eletrônica de transmissão. Testes de citotoxicidade para células de mamíferos serão realizados utilizando a água ativada com melhor atividade antimicrobiana, de acordo com a ISO 10993-5:2009. Para prova de conceito, a água ativada com efeito antimicrobiano e baixa toxicidade será estudada utilizando-se modelo de infecção endodôntica ex vivo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)