Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização imunofenotípica de células NK em modelo murino Flt3-Tet2 de Leucemia Mieloide Aguda

Processo: 23/12667-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2024
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Lorena Lôbo de Figueiredo Pontes
Beneficiário:Emmanuel Victor Barbosa Ferreira
Instituição Sede: Hemocentro de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (HCMRP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/06841-3 - Mecanismos moleculares e fenotípicos de evasão imune em neoplasias mieloides, AP.JP2
Assunto(s):Leucemia mieloide aguda
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:células imunológicas | leucemia mielóide aguda | Mutação FLT3 | Hemato-oncologia

Resumo

A leucemia mieloide aguda (LMA) é uma doença hematológica descrita pela alteraçãoclonal maligna que acomete a medula óssea devido à proliferação e expansão de células tronco leucêmicas (CTL) de linhagem mieloide que sofrem bloqueio em suadiferenciação, de modo a prejudicar a hematopoese normal, resultando em quadros deanemias, granulocitopenia ou trombocitopenia. A vantagem proliferativa das CTL se devea aquisições de mutações genéticas que ocorrem na célula-tronco hematopoiética (CTH)normal, dentre as quais a mutação no gene FLT3 é recorrente e está associada a um piorprognóstico. Os blastos de LMA exercem importante papel na evasão imune por propiciara modulação do microambiente medular, principalmente pela atividadeimunossupressora, identificada pelo acúmulo de células regulatórias, como os linfócitosT reguladores (Treg), e a presença de células supressoras de linhagem mieloide (MDSC)que protege os blastos leucêmicos. Dados anteriormente publicados por nosso grupo depesquisa demonstram uma diminuição na frequência de células NK totais e citotóxicasem pacientes diagnosticados com LMA, principalmente em LMA com mutação FLT3-ITD, ressaltando a necessidade da compreensão da disfunção imune apresentada na LMAcom esta alteração genética e auxiliar na elucidação dos mecanismos que propiciam àresistência desta leucemia. Desse modo, propomos a avaliação imunofenotípica de célulasNK a partir do modelo murino Flt3-ITDki/Mx1-Tet2f/f que se assemelha a LMAapresentada em humanos. Desta forma, esperamos gerar resultados que possibilitemaumentar a compreensão da disfunção imunológica observada em casos de LMA commutação FLT3-ITD.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)