Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da suplementação por esteroides sexuais em fêmeas induzidas à carcinogênese e expostas ao Bisfenol A: análise nas glândulas mamárias

Processo: 23/15426-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2024
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Sebastião Roberto Taboga
Beneficiário:Rafael Henrique Borges Coelho
Instituição Sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças do sistema endócrino   Glândulas mamárias   Histopatologia   Reprodução
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:desregulação endócrina | DOHaD | Glândula mamária | Histopatologia | Biologia da Reprodução

Resumo

A glândula mamária é um órgão susceptível a alterações hormonais conforme os diferentes estágios de vida e ciclos estrais femininos. Dentre os hormônios que interagem para tais modificações cíclicas, os estrógenos e a progesterona, atuam como protagonistas nas alterações epiteliais e estromais. Entretanto, as mulheres estão sujeitas à desreguladores endócrinos presentes no ambiente e à terapias hormonais, tais como o bisfenol A (BPA) (contaminante ambiental) e estrógenos exógenos, respectivamente. Desta maneira, o presente estudo visa analisar os efeitos causados pela interação entre esses desreguladores endócrinos de modo a potencializar a carcinogênese no tecido mamário. Assim, o estudo será feito com fêmeas adultas (6 meses de idade) de gerbilo da Mongólia (Meriones unguiculatus) expostas no período perinatal ao BPA e induzidas à carcinogênese pelo N-etil-N-nitrosoureia (ENU) na idade adulta. Após a exposição pró-carcinogênica, os animais serão tratados com 17-²-estradiol (E2) e 17-z-etinilestradiol (EE2 - 0,2 mg/kg), duas formas de estrógenos. Ainda, serão feitos grupos controles sem tratamento, apenas expostos ao BPA perinatal (sem prós tratamento carcinogênico). Este experimento visa observar os efeitos de compostos estrogênicos comumente utilizados em terapias hormonais, como contraceptivos e suplementação, num microambiente de desregulação endócrina e com potencialização carcinogênica. Serão realizadas análises histopatológicas em relação a incidência de lesões e dinâmica de proliferação e morte celular pelos marcadores fosfo-histona H3 (PHH3) e caspase 3, respectivamente. Ainda, serão realizadas análises moleculares e da expressão de receptores de estrógeno (ER± e ER²) e progesterona. Espera-se com este projeto contribuir com entendimento sobre o desenvolvimento carcinogênico na glândula mamária frente à estimulação estrogênica sob desregulação endócrina.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)