Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptação, avaliação, e aplicação do modelo DSSAT-CSM-CROPGRO para laranja-doce

Processo: 23/14692-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 06 de maio de 2024
Vigência (Término): 05 de maio de 2025
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Agrometeorologia
Pesquisador responsável:Patricia Angélica Alves Marques
Beneficiário:Júlia Boscariol Rasera
Supervisor: Gerrit Hoogenboom
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:22/06804-3 - Desenvolvimento e avaliação de um modelo de simulação para a estimação da produtividade de laranjas doces (Citrus sinensis L.), BP.DR
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Agroclimatic modeling | citriculture | Climatic risk | Model application | Modelagem agroclimática

Resumo

O Sistema de Apoio à Decisão para Transferência de Agrotecnologia (DSSAT) é uma ferramenta amplamente reconhecida e utilizada para modelagem de culturas em todo o mundo. No entanto, o sistema carece atualmente de um modelo para frutíferas perenes. Na literatura já foi demonstrado que o DSSAT-CROPGRO é um sistema promissor para preencher esta lacuna. O cultivo da laranja doce é de grande importância para países como Brasil e Estados Unidos, importantes produtores e exportadores do suco dessa fruta. O desenvolvimento de um modelo preciso de estimativa de rendimento, utilizando o modelo CROPGRO, proporcionaria um apoio inestimável à tomada de decisões nestas regiões. Assim, o objetivo principal deste projeto é trabalhar na adaptação do modelo CROPGRO especificamente para laranjas doces, com foco em melhorar a sua representação como modelo de uma frutífera perene. Esta adaptação procura atender às necessidades únicas das culturas perenes e contribuir para uma tomada de decisão mais eficaz na citricultura. Para atingir esse objetivo, a proposta está dividida em quatro fases: (i) coleta de dados experimentais, de campo e literatura, incluindo a estimativa de variáveis da cultura e busca na literatura, especialmente dados fenológicos e de crescimento em séries temporais; (ii) desenvolvimento e adaptação do modelo por meio de modificações no TREEGRO; (iii) avaliação do modelo e, finalmente, (iv) aplicação do modelo em diferentes regiões produtoras de citros em São Paulo/BR e Flórida/EUA. Espera-se que este projeto resulte em um modelo inicial para a simulação do crescimento, desenvolvimento e rendimento de laranja doce dentro da ferramenta DSSAT de código aberto.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)