Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise dos miR-372 e miR-373 na regulação de HIF1A em macrófagos infectados com Leishmania infantum

Processo: 23/15730-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2024
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Pesquisador responsável:Sandra Marcia Muxel
Beneficiário:Bruno Prado Eleuterio
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania   Macrófagos   MicroRNAs   Interações hospedeiro-parasita
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Hif1A | leishmania | Macrófagos | microRNA | Interação parasita-hospedeiro

Resumo

Neste projeto, temos como objetivo compreender a função de miR-372 e miR-373 na regulação de HIF1A e em sua rede de genes-alvo e o impacto na resposta de macrófagos infectados com Leishmania infantum. Formulamos a hipótese que a infecção com L. infantum aumenta a expressão de miR-372/373 e estas moléculas alteram os níveis do mRNA/proteína HIF-1± e, consequentemente, de uma rede de genes-alvo envolvidos na glicólise e produção de citocinas em macrófagos, aumentando a susceptibilidade à infecção. HIF-1± (fator induzível de hipóxia-1±) compõe um fator de transcrição relacionado à expressão de genes que participam do metabolismo glicolítico e da via de produção de lactato. Em macrófagos, o HIF-1± é ativado em resposta a PAMPs, como lipopolissacarídeo (LPS). Com isto, há uma reprogramação do metabolismo de carboidratos e lipídios e uma indução da inflamação. Os microRNAs são pequenos RNAs não codificadores de proteínas, que regulam a expressão gênica pelo pareamento de sua seed (6-9 nt) com a sequência 3'UTR complementar do mRNA-alvo, promovendo a degradação ou inibição da tradução do mRNA. Em nossos dados prévios, nós observamos o aumento dos miR-372 e miR-373 em macrófagos THP-1 infectados com L. amazonensis e a inibição funcional destes miRNA reduziu a infecção. O cluster miR-372-373 humano é homólogo ao cluster miR-294-295 de camundongos. O miR-294 é aumentado na infecção com L. amazonensis e interfere na produção de NO. Com isso, é importante compreender qual é a correlação entre a expressão de miR-372/373 e HIF-1± em macrófagos infectados por Leishmania e como a modulação destas moléculas impactam na ativação da resposta pró-inflamatória e subversão da resposta do hospedeiro frente ao parasita.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)