Busca avançada
Ano de início
Entree

Bandagens nervosas baseadas em biomateriais para o tratamento de lesões nervosas

Processo: 23/14524-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2024
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Alexandre Leite Rodrigues de Oliveira
Beneficiário:Diego Noé Rodríguez Sánchez
Supervisor: Ali Khademhosseini
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Terasaki Institute for Biomedical Innovation, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:21/02727-1 - Biofabricação de condutos de orientação nervosa, BP.PD
Assunto(s):Bioimpressão tridimensional   Biomateriais   Células de Schwann   Engenharia tecidual   Fatores de crescimento neural   Regeneração nervosa   Anatomia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Bioimpressão 3D | Biomateriais | células de Schwann | Engenharia tecidual | Fatores Neurotróficos | Regeneração nervosa | Anatomia

Resumo

Lesões nervosas periféricas comumente levam a déficits sensoriais/motores persistentes mesmo após o reparo cirúrgico. Biomateriais para a liberação controlada de moléculas neurorregenerativas proporcionam uma abordagem promissora para regular o microambiente durante a regeneração nervosa. Neste estudo, bandages nervosas a partir da biotinta de base natural de gelatina metacrilada (GelMA) combinada com nanopartículas de Laponita, incorporando o fator de crescimento de fibroblastos 2 (FGF-2), serão reticuladas com luz visível e fabricadas por bioimpressão tridimensional (3D). Serão avaliadas as propriedades reológicas, mecânicas, degradação e dilatação dos construtos bioimpressos. Será realizada a caracterização biologica incluindo a viabilidade, atividade metabólica e expressão gênica de fatores neurotróficos e de mielinização em células S16 (células de Schwann) cultivadas nos construtos. Posteriormente, serão caracterizadas a printabilidade (p. ex. precisão da bioimpressão através do controle de dimensões), porosidade e ultraestrutura dos materiais impressos. A biofabricação de bandages nervosas utilizando biomateriais biomiméticos com liberação controlada de moléculas críticas na neurorregeneração, poderiam proteger e acelerar a regeneração nervosa após a neurorrafia, evitando assim a fibrose perineural e melhorando a proliferação das células de Schwann e subsequentemente a recuperação funcional e eletrofisiológica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)