Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização morfológica e chaves para as formas imaturas, e filogenia de espécies de Chrysomyinae neotropicais (Insecta, Diptera, Calliphoridae) de importância forense

Processo: 23/04986-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2024
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2027
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Patricia Jacqueline Thyssen
Beneficiário:Aline Marrara Do Prado
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Chave dicotômica   Entomologia forense   Sistemática
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Chaves de identificação | entomologia forense | imaturos | Moscas necrófagas | Sistematica | Taxonomia integrativa | Entomologia Forense

Resumo

Calliphoridae (Insecta, Diptera, Oestroidea) é uma família de moscas com mais de 1.500 espécies distribuídas mundialmente das quais, ao menos 70, têm ocorrência na região Neotropical. A maioria dos califorídeos são necrófagos, por isso a associação de seus imaturos desde as primeiras horas após a morte até estágios mais avançados da decomposição cadavérica tem sido comumente reportada. No campo forense, informações sobre a biologia de muitas destas espécies podem ser úteis para estimar o intervalo pós-morte, desde que sejam correta e seguramente identificadas. Espécimes imaturos, sobretudo larvas, são as formas mais frequentemente coletadas e também as mais desafiadoras no que diz respeito à identificação. O reduzido número de caracteres anatômicos disponíveis para alcançar um diagnóstico específico, pouca variação interespecífica e ausência de descrição das formas imaturas de muitas espécies contribuem para ampliar este impedimento taxonômico. Objetivando superar parte destas lacunas, neste estudo serão caracterizados morfologicamente os imaturos (ovos, larvas e pupas) de espécies de Chrysomyinae (Calliphoridae) necrófagos e neotropicais, a partir do exame de caracteres anatômicos externos e internos por microscopia comum e eletrônica. Posteriormente, a ordenação de caracteres e seus estados em matriz permitirão a elaboração de chaves de identificação tradicional e de múltiplo acesso com base computacional. A caracterização molecular dos genes COI, ITS2, 16S e 28S de espécies cujas informações não se encontram disponíveis em bancos de dados públicos será conduzida, objetivando disponibilizar meios alternativos de diagnóstico. Considerando as divergências sobre a história evolutiva de Chrysomyinae que podem promover instabilidade no entendimento acerca da taxonomia e sistemática de Calliphoridae, as relações filogenéticas por meio da Máxima Parcimônia, Máxima Verossimilhança e Inferência Bayesiana serão testadas a partir de banco de dados morfológicos de larvas de terceiro estádio, moleculares e concatenando dados morfológicos e moleculares. Ao término deste estudo espera-se: (i) que sejam descritas pela primeira vez as formas imaturas de algumas espécies de Chrysomyinae neotropicais; (ii) expandir o número de chaves taxonômicas disponíveis para imaturos assim como o de taxa contidos nestes respectivos instrumentos; (iii) ampliar o entendimento sobre as relações de parentesco dentro de Chrysomyinae e, consequentemente, Calliphoridae.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)