Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de formulação transdérmica com maconha medicinal para tratamento de doença de Alzheimer

Processo: 22/11241-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2023
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2027
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Priscila Gava Mazzola
Beneficiário:Luiza Aparecida Luna Silvério
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Alzheimer   Canabinoides   Tecnologia farmacêutica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alzheimer | Canabinóides | Desenvolvimento de formulação | Transdérmicos | tecnologia farmacêutica

Resumo

A doença de Alzheimer é um tipo de demência caracterizada por um declínioprogressivo dos domínios cognitivos, como memória, comportamento, linguagem, entreoutros. Estima-se que no Brasil cerca de 1 milhão de pessoas são acometidas por essadoença e que esse número dobrará a cada 20 anos. Atualmente, é a sexta doença maisonerosa e a terceira que mais causa mortes prematuras, e não existe tratamento que altereseu prognóstico. A principal teoria que explica o desenvolvimento da doença é a formaçãode placas peptídicas beta-amiloide, que desencadeiam mecanismos que levam àneurotoxicidade e à neurodegenaração. Estudos recentes demonstraram que oscanabinóides são capazes de desfazer esses agregados peptídicos, além de ter açãoantioxidante e antiinflamatória, o que leva à melhora do quadro da doença. Apesar disso,no Brasil, atualmente só podem ser registrados e comercializados medicamentos comcanabinóides por via oral, que costumam apresentar baixíssima biodisponibilidade. Nessecontexto, o estudo de vias alternativas de administração é essencial para trazer maisqualidade de vida aos pacientes e ampliar o arsenal terapêutico. No caso de doençascrônicas, a via trandérmica é uma excelente alternativa, por apresentar uma liberaçãomodificada do ativo, diminuir a dose e o número de aplicações/administrações domedicamento. Sendo assim, o presente projeto visa desenvolver um adesivotransdérmico contendo nanoestruturas para carrear os canabinóides, garantindo apermeação do ativo e o desenvolvimento de um tratamento eficaz para a doença deAlzheimer.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)