Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação molecular de esponjas de água doce da Amazônia

Processo: 23/13882-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Estímulo a Vocações Científicas
Vigência (Início): 05 de janeiro de 2024
Vigência (Término): 24 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Maria Paula Cruz Schneider
Beneficiário:Ana Vitória Strilicherk
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biológicas. Universidade Federal do Pará (UFPA). Ministério da Educação (Brasil). Belém , SP, Brasil
Assunto(s):Genômica   Biotecnologia   Animais de água doce   Porifera   Metabólitos secundários   Simbiose   Amazônia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Amazonia | Comunidades microbianas | metabólitos secundários | Porifera | Simbiose | Genômica e Biotecnologia

Resumo

Esponjas são holobiontes filtradores e sobrevivem graças a um sistema de simbiose com um consórcio microbiano que nelas reside. Por meio da produção de metabólitos secundários, a microbiota associada às esponjas atua protegendo-as contra predadores, toxinas e microorganismos patogênicos. Tais substâncias podem também apresentar potencial biotecnológico, como propriedades antivirais, antitumorais, antimicrobianas ou citotóxicas gerais, fatores que elevam o interesse médico-farmacológico associado a estes organismos. Atualmente estão descritas 9.299 espécies de esponjas marinhas e apenas 270 de água doce. Todas as espécies dulcícolas pertencem à classe Demospongiae e pouco ainda se sabe sobre o genoma destes animais. No Tapajós, rio da Bacia Amazônica, foram identificadas, até o momento, 20 espécies de Demospongiae. As esponjas amazônicas permanecem de 4 a 6 meses fora da água, no período de seca, evento que potencialmente modula a produção de metabólitos secundários. O objetivo deste projeto é analisar os genomas de esponjas de água doce coletadas no rio Tapajós, bem como analisar o metagenoma a elas associado. A avaliação da diversidade microbiana será analisada quanto à influência da mudança sazonal, explorando o impacto sobre a diversidade e a produção de metabólitos de interesse em biotecnologia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)