Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de uma vacina tetravalente contra os quatro sorotipos do vírus da Dengue utilizando a tecnologia de VLPs

Processo: 23/13991-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2023
Vigência (Término): 30 de novembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Gustavo Cabral de Miranda
Beneficiário:Evelyn Carvalho Campos
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/14526-0 - Desenvolvimento de vacinas contra Streptococcus pyogenes e Chikungunya utilizando VLPs, AP.JP
Assunto(s):Vacinas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dengue Vírus | Vacinas | Virus-Like Particles | VLPs | Desenvolvimento tecnológico vacinal

Resumo

A dengue é uma doença de etiologia viral, desencadeada pelo arbovírus da Dengue (DENV) do gênero Flavivírus, da família Flaviviridae. Com relação a variabilidade e patogenicidade, são conhecidos quatro sorotipos, antigenicamente distintos, o DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4. Os DENV são envelopados e esféricos, com proteínas estruturais e não estruturais, que os auxiliam na sua patogênese e que podem virar alvos de buscas por fármacos ou até mesmo alvos vacinais. A doença apresenta sintomas que podem ser considerados clássicos, perdurando de 5 a 7 dias, com o período de viremia se estendendo até o 6° dia após o aparecimento da febre. Já na forma mais grave, pode se manifestar como febre hemorrágica da dengue (FHD), que manifesta sintomas iniciais semelhantes à forma clássica da doença, porém evolui rapidamente para manifestações hemorrágicas de grande relevância, com possibilidade de derrames cavitários, instabilidade hemodinâmica, e choque. Como forma de prevenção, busca-se o desenvolvimento de vacinas seguras e eficazes contra os sorotipos da dengue, pois é de suma importância para a saúde pública com âmbito mundial, principalmente para países endêmicos, quadro em que o Brasil se encaixa. No entanto, para evitar a formação de resposta imunológica secundária causada por infecção de sorotipos diferentes, o antígeno alvo deve evitar que a resposta imune apresente reatividade cruzada entre os sorotipos da DENV, assim como com outros Flavivírus, como o Zíka vírus. Vale destacar que os VLPs (virus like-particles) são nanopartículas compostas por proteínas não infecciosas com preservação da estrutura original, possibilitando a interação das células com uma partícula viral não infecciosa e, portanto, segura. O uso de VLPs traz muitos benefícios para formulação vacinal, como a melhora na modulação da resposta imune, estando envolvidos no estímulo da imunidade adaptativa e humoral. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é desenvolver uma vacina tetravalente contra os quatro sorotipos do DENV utilizando a tecnologia de VLPs como sistemas de entrega das proteínas E-III dos sorotipos virais. As VLPs que utilizaremos neste projeto já foram produzidas pelo nosso grupo de pesquisa e estão sendo utilizadas para outros alvos, como o novo Coronavírus, Zika e Chikungunya vírus, e tem demonstrado excelentes resultados. Em relação à produção das proteínas E-DIII de DENV, estas serão baseadas nos genes alvos de maior circulação no Brasil, selecionados no GenBank e enviado para ser sintetizado pelo Geneart. A produção e purificação serão feitas de acordo com protocolos já padronizados em nosso laboratório e continuamente adaptados por pesquisas bibliográficas. No que se refere à mensuração da capacidade imunogênica das formulações vacinais, serão utilizados camundongos isogênicos da linhagem C57BL/6, previamente aprovados pelo Comitê de Ética em Uso Animal (CEUA no 4133290720) do ICB-USP. Assim, as melhores formulações vacinais serão postas para análise de eficácia por vacinação e testes dos camundongos com desafios contra os sorotipos do DENV.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)