Busca avançada
Ano de início
Entree

Petrologia do Vulcanismo Máfico da Bacia de Volta Redonda

Processo: 23/14914-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2023
Vigência (Término): 31 de outubro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Valdecir de Assis Janasi
Beneficiário:João Menezes Lima
Instituição Sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/22084-8 - A Província Magmática Paraná: petrogênese, cronologia e impacto ambiental do magmatismo toleítico, alcalino e silícico Cretáceo na Plataforma Brasileira, AP.TEM
Assunto(s):Petrografia   Química mineral   Vulcanismo   Petrologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:geoquímica de rochas | Microssonda Eletrônica | petrografia | Quimica Mineral | Vulcanismo | Petrologia

Resumo

As bacias sedimentares de Itaboraí e Volta Redonda são as únicas no contexto do Rifte Continental do Sudeste do Brasil que apresentam vulcanismo associado. Na Bacia de Volta Redonda, as manifestações vulcânicas são basanitos que ocorrem no setor oeste do Gráben de Casa de Pedra e foram datadas em 47,6 ± 0,7 Ma. Este projeto propõe investigar com maior detalhe a petrologia de novos achados de rochas vulcânicas máficas na Bacia de Volta Redonda e compará-las com rochas máficas alcalinas que ocorrem como diques de lamprófiro em áreas vizinhas, relacionando-as com o contexto tectônico do sudeste brasileiro.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)