Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre estado nutricional e perfil glicêmico de crianças

Processo: 23/07757-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2023
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Beneficiário:Eloíse da Silva Lima
Instituição Sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03333-6 - Relação entre adiposidade materna e adiposidade do concepto nos períodos fetal, neonatal e no primeiro ano de vida: estudo prospectivo de base populacional, AP.TEM
Assunto(s):Crianças   Estado nutricional   Infância   Obesidade
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:crianças | estado nutricional | Infancia | obesidade | perfil glicêmico | Nutrição

Resumo

Em 2016, mais de 340 milhões de pessoas na infância e adolescência, com idade de 5 a 19 anos estavam acima do peso ou obesos. Em 2020, 39 milhões de crianças no mundo, menores de 5 anos estavam com sobrepeso e obesidade (WHO, 2021).No Brasil, em 2008-2009, a prevalência de obesidade elevou-se atingindo 12,5% dos homens e 16,9% das mulheres (IBGE, 2010). No entanto, quando se considera em números absolutos, 75 milhões de brasileiros apresentavam excesso de peso (35% da população); desses, 5,7 milhões de crianças de 5 a 9 anos de idade (IBGE, 2010).Nesse sentido, é importante avaliar na população infantil com sobrepeso/obesidade, o risco de hiperglicemia e aumento da resistência à insulina, considerando-se sua relação com diabetes mellitus e doenças cardiovasculares (Pires et al., 2015).Portanto, propõem-se um estudo transversal, ligado a um estudo maior do tipo coorte prospectivo de base populacional, que visa avaliar a relação entre sobrepeso/obesidade e alterações do perfil glicêmico, em crianças. Serão incluídas neste estudo transversal 140 crianças com 1 ano de idade, atendidas em 34 Unidades de Saúde de Araraquara, SP. O estado nutricional das crianças será avaliado pelo índice de massa corporal (IMC), e classificadas com sobrepeso/obesidade de acordo com a Organização Mundial de Saúde. O perfil glicêmico será determinado pela glicemia e insulina de jejum, respectivamente por método ensaio UV enzimático de referência com hexoquinase (HK) com kit para o Beckman Coulter 680, e pelo método de quimioluminescência para o Beckman Coulter Unicell DXI800. O índice HOMA- IR (Homeostasis Model Assessment-insulin resistance) será calculado pela fórmula: HOMA-IR = glicose de jejum [mmol/L] x insulina de jejum [mUI/ml]/22,5. A hemoglobina glicada (HbA1c) será determinada por cromatografia de alta performance (HPLC) pela variante II, Bio rad (Bio rad®, França). Informações sobre fatores demográficos, socioeconômicos, obstétricos e de estilo de vida (fumo/álcool) serão avaliados por questionários previamente testados em gestantes (Rondó et al., 2003). A associação entre excesso de peso e alteração do perfil glicêmico será avaliada por regressão linear múltipla, controlando-se por fatores de confusão.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)