Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de substratos SERS e GERS para otimizar a detecção in situ de mistura de pesticidas

Processo: 23/04196-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2023
Vigência (Término): 31 de maio de 2027
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Priscila Alessio Constantino
Beneficiário:Henry Seitiro Kavazoi
Instituição Sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/22214-6 - Rumo à convergência de tecnologias: de sensores e biossensores à visualização de informação e aprendizado de máquina para análise de dados em diagnóstico clínico, AP.TEM
Assunto(s):Espectroscopia Raman amplificada por superfície   Grafenos   Agrotóxicos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Detecção de Agrotóxicos | Gers | Sers | Espectroscopia Raman

Resumo

Os herbicidas paraquate (PQ) e diquate (DQ) são amplamente utilizados no mundo, apesar de serem considerados altamente tóxicos para a saúde humana e para o meio ambiente. Vale destacar que o PQ é proibido em todos os países que compõem a União Europeia e também na China, a maior produtora mundial deste herbicida. No Brasil, foi proibido em 22 de setembro de 2020. Nesse sentido, é de suma importância o desenvolvimento de métodos e metodologias para a detecção desses herbicidas no meio ambiente. Nesse projeto de pesquisa, as técnicas de espectroscopia Raman amplificada por superfície - SERS (do inglês - surface-enhanced Raman scattering) e a espectroscopia Raman amplificada por grafeno - GERS (do inglês - graphene-enhanced Raman scattering) in situ serão utilizadas para detectar e distinguir ambos os herbicidas. Os substratos serão fabricados através da modificação de eletrodos impressos de carbono (SPE) via eletrodeposição de nanopartículas metálicas e óxido de grafeno. Os filmes formados na superfície dos SPE serão caracterizados via MEV e espectroscopia micro-Raman. Além disso, os SPE modificados serão caracterizados em eletrólito suporte inerte, sonda redox, e na presença de PQ e DQ via voltametria cíclica. Para avaliar a eficiência dos substratos em amplificar o sinal Raman, será utilizada uma ftalocianina como molécula sonda em medidas de SERS, GERS e SERS/GERS in situ. Por fim, os substratos serão aplicados para a detecção e distinção dos herbicidas PQ e DQ em uma mistura através de medidas de SERS/GERS in situ. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)