Busca avançada
Ano de início
Entree

Mobilidade haitiana e dinâmicas territoriais: hipermobilidade e imobilidade no interior do capitalismo racial

Processo: 23/05169-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 10 de janeiro de 2024
Vigência (Término): 09 de dezembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Amelia Luisa Damiani
Beneficiário:Thauany Vernacci Brewer Pereira Freire
Supervisor: Ruth Wilson Gilmore
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: City University of New York (CUNY), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:20/06119-3 - Migrantes de origem haitiana no bairro de Guaianases: mobilidade do trabalho e territorialização da migração contemporânea em São Paulo, BP.DR
Assunto(s):Mobilidade no trabalho   Racismo   Territorialização   Migração humana   Haitianos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:capitalismo racial | Migração Haitiana | Mobilidade do trabalho | Racismo | Territorialização | Geografia das Migrações e Geografia da Cidade e do Urbano

Resumo

Durante o Estágio de Pesquisa no Exterior pretendo aprofundar frentes teórico-metodológicas e empíricas que tem sido centrais para o desenvolvimento da minha pesquisa de doutorado "Migrantes de origem haitiana no bairro de Guaianases: mobilidade do trabalho e territorialização da migração contemporânea em São Paulo" (Processo: 2020/06119-3). O estágio de pesquisa na City University of New York será composto de participações frequentes nos seminários semanais do Center of Place, Culture and Politics da City University of New York(CUNY-NY), revisões bibliográficas, pesquisas de campo na cidade de recepção, participação em eventos acadêmicos na universidade anfitriã, construção de colaborações internacionais e o desenvolvimento de um projeto de pesquisa sob a supervisão da Professora Ruth Wilson Gilmore. Os ganhos teórico-metodológicos e os achados empíricos conquistados ao longo deste período serão incorporados na elaboração final da minha tese, em futuras produções acadêmicas e na organização de seminários e workshops temáticos. Tendo em vista que a imigração haitiana para o Brasil está inserida num conjunto mais amplo de espaços de mobilidade - que incluem o país de origem e também rotas para o México, para os Estados Unidos e, por vezes, para outros países como República Dominicana, Guiana Francesa, Canadá, etc. - o presente projeto de estágio de pesquisa focará no modo como processos de racialização tem transformado a população haitiana em força de trabalho global entremeada na situação oscilante entre hipermobilidade e imobilidade. Tais processos envolvem desde os mecanismos expulsivos que agem no território haitiano sob os imperativos históricos da territorialização do capital neste país (que incluem colonização, escravismo, ocupação estadunidense e regimes políticos autoritários), como aqueles que, de acordo com as gramáticas raciais de cada país, agem de modo a deteriorar as condições de vida da população imigrante haitiana nos vários espaços de sua mobilidade migratória. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)