Busca avançada
Ano de início
Entree

Cristalização com sinterização concorrente ultrarrápida de vitrocerâmicas do sistema Li2O-Al2O3-SiO2 (LAS) com propriedades antimicrobianas produzidas em apenas uma etapa

Processo: 22/13532-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2023
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Ana Candida Martins Rodrigues
Beneficiário:Isabela Reis Lavagnini
Instituição Sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07793-6 - CEPIV - Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação em Vidros, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):23/18171-8 - Cristalização e sinter-cristalização de vidros do sistema Li2O-Al2O3-SiO2 (LAS) pela técnica Ultrafast High-temperature Sintering (UHS), BE.EP.PD
Assunto(s):Cristalização   Vidro   Vitrocerâmica   Anti-infecciosos   Silicatos de alumínio   Lítio   Troca iônica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Antimicrobiano | Cristalização | silicato de alumínio e lítio | Troca iônica assistida por campo elétrico | vidro | VitroCerâmica | cristalização de vidros

Resumo

Vitrocerâmicas do sistema LAS são utilizadas em diversas aplicações pois apresentam baixo (próximo a zero) coeficiente de expansão térmica, excelente resistência ao choque térmico, estabilidade química e térmica, e translucidez. Todavia, além do material apresentar cinética de cristalização superficial maior do que a de sinterização por fluxo viscoso, a baixa condutividade térmica do material associado à utilização de aquecimento convencional (na qual o fluxo de calor acontece de fora para dentro do material) dificulta a obtenção de corpos densos por meio da sinterização com cristalização concorrente. Nesse sentido, técnicas de sinterização que aqueçam o material de dentro para fora e que possibilitem uma elevada taxa de aquecimento se tornam interessantes para a fabricação de vitrocerâmicas densas desse sistema. Além disso, a utilização dos materiais desse sistema acontece também em ambientes nos quais a atividade antimicrobiana seria um diferencial. Dessa forma, criar propriedades antimicrobianas na superfície de vitrocerâmicas do sistema LAS por meio de troca iônica por íons Ag+ pode agregar mais valor a este material. Surpreendentemente, até o momento foi encontrado somente um único estudo (recente) que propôs a ativação antimicrobiana superficial para vitrocerâmicas desse sistema, o que mostra que este é um campo que ainda tem muito a ser explorado. Então, a partir dessa ampla gama de cenários, o objetivo deste projeto é propor uma nova metodologia para produzir, em apenas uma etapa e de forma ultrarrápida, vitrocerâmicas do sistema LAS com alta densidade e com superfície que apresente propriedades antimicrobianas por meio da técnica Flash Sintering, técnica ainda não utilizada para essa finalidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)