Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da ingestão de produtos sem glúten enriquecidos com frutanos do tipo inulina sobre a microbiota intestinal e parâmetros metabólicos em pacientes celíacos

Processo: 23/09345-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2023
Vigência (Término): 31 de julho de 2027
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Vanessa Dias Capriles
Beneficiário:Natália da Silva Valente
Instituição Sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/06643-7 - Abordagens inovadoras para melhoria da qualidade nutricional de produtos de panificação sem glúten e avaliação de seus potenciais benefícios para a saúde a partir de ensaios in vitro, in vivo e clínicos, AP.JP2
Assunto(s):Alimentos dietéticos   Prebióticos   Microbioma gastrointestinal   Ensaio clínico   Frutanos   Inulina   Pão   Alimentos sem glúten   Doença celíaca
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:ensaio clínico | Frutanos do tipo inulina | microbiota intestinal | pão sem glúten | prebiótico | Tecnologia de alimentos dietéticos

Resumo

Os frutanos do tipo inulina (FTI) são frequentemente utilizados na elaboração de produtos sem glúten devido ao seu potencial de melhorar as características físicas, e a composição nutricional dos produtos, e pelos seus potenciais efeitos benéficos à saúde das pessoas com doença celíaca. Assim, este estudo pioneiro tem como objetivo avaliar o efeito da ingestão de produtos sem glúten enriquecidos com FTI sobre a microbiota intestinal e parâmetros metabólicos em pacientes celíacos, por meio de um ensaio clínico triplo-cego, controlado e aleatorizado. Serão recrutados 80 voluntários, entre 18 e 30 anos, de ambos os sexos, portadores de doença celíaca. Os voluntários deverão ingerir diariamente uma porção de pão sem glúten e de barra de cereal enriquecidos com 4g da mistura de inulina e oligofrutose (Orafti-Synergy1), totalizando o consumo de 8g de FTI/ dia, ou o alimento controle (pão e barra de cereal sem a adição de FTI) durante o período de 90 dias. Orientação nutricional será realizada visando a manutenção do padrão alimentar durante todo o período de estudo. Ao início e ao final do período de intervenção serão realizadas coletas de sangue e de fezes, além de avaliação antropométrica e do consumo alimentar. Os grupos serão comparados ao início e final da intervenção quanto à composição da microbiota fecal, produção de ácidos graxos de cadeia curta, e parâmetros metabólicos relacionados à fome, saciedade, inflamação, glicemia e perfil lipídico. Os resultados deste projeto permitirão avaliar o potencial de produtos sem glúten enriquecidos com FTI como nova estratégia terapêutica da dieta isenta de glúten para promover a nutrição e a saúde das pessoas com doença celíaca. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)