Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica do microbioma da rizosfera de soja sob aplicação de fertilizantes potássicos

Processo: 22/10249-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2023
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Fernando Dini Andreote
Beneficiário:Alice Ferreira Alves
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia agrícola   Ecologia microbiana   Potássio   Rizosfera   Soja   Fertilizantes potássicos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ecologia microbiana | estruturação microbiana | Networking | potássio | práticas agrícolas | Microbiologia Agrícola

Resumo

A intensificação inconsciente das práticas agrícolas pode resultar na perda da qualidade do solo, erosão e consequentemente um efeito negativo no desenvolvimento das plantas. As comunidades microbianas do solo, especialmente da rizosfera estão intimamente ligadas à produtividade e saúde das culturas. Assim, uma melhor compreensão de como o manejo agrícola afeta a microbiota do solo é necessária para promover uma agricultura sustentável. Dentre os diferentes componentes do sistema de produção agrícola, poucos trabalhos buscam entender como a microbiota do solo responde ao emprego de diferentes fontes de potássio (K) empregadas como fertilizantes. Nesse sentido, esse projeto tem como objetivo compreender as alterações no perfil taxonômico e funcional, na diversidade e nas redes de interação das comunidades microbianas associada à rizosfera de soja, causada pelo emprego de fertilizantes potássicos. Com este propósito, o trabalho consistirá em 3 experimentos principais, os quais visarão: (a) entender as modificações causadas na composição microbiana da rizosfera da cultura de soja fertilizada com diferentes fontes de potássio (cloreto de potássio, sulfato de potássio e rocha fonolito) para mais, confrontar a composição da comunidade microbiana entre o solo rizosférico e o bulk soil e, (b) como a presença dos fertilizantes potássicos impacta no estabelecimento e na eficiência de inoculantes (Azospirillum brasiliense e Bacillus sp.). Os ensaios serão realizados em casa-de-vegetação, e a avaliação será executada empregando técnicas complementares, abrangendo atividade enzimática, perfil metabólico da comunidade, padrão de colonização do rizoplano e alterações anatômicas da soja, extração de DNA e sequenciamento de regiões especificas (16S rRNA para identificação de bactéria e ITS para fungos) das amostras de solo rizosférico e não rizosférico, além de análises de desenvolvimento das plantas, como o peso seco e fresco, altura da planta, comprimento da parte aérea e radicular e, produtividade. Adicionalmente, para o entendimento da sobrevivência dos inoculantes, as metodologias de qPCR e microscopia serão empregadas. Com os resultados obtidos ao longo do projeto, espera-se compreender as alterações funcionais e estruturais das comunidades microbianas causadas pelo uso dos diferentes fertilizantes potássicos, o que dará suporte ao manejo com maior uso e benefícios dos serviços ecossistêmicos derivados da ecologia microbiana do solo e da rizosfera. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)