Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise morfológica do hipocampo de ratos wistar submetidos a anóxia neonatal e tratados com melatonina

Processo: 23/08199-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2023
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Silvia Honda Takada
Beneficiário:Gabriela Dias Almeida
Supervisor: Alexander Drobyshevsky
Instituição Sede: Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa: NorthShore University HealthSystem, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:22/03679-3 - Efeitos da melatonina no aprendizado e memória de ratos submetidos à anóxia neonatal, BP.IC
Assunto(s):Ressonância magnética   Neurobiologia   Asfixia neonatal   Hipotermia terapêutica   Melatonina
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Coloração de Nissl | privação de oxigênio | ressonância magnética | Neurobiologia

Resumo

A asfixia perinatal é um problema de saúde pública mundial, que afeta tanto recém-nascidos a termo como os pré-termo, sendo uma das principais causas de morte neonatal em todo o mundo e uma causa de danos neurológicos graves e irreversíveis nos indivíduos que sobrevivem. Atualmente, a única terapia existente é a hipotermia terapêutica, que é ineficaz em todos os casos. Na população prematura, os efeitos da hipotermia terapêutica parecem controversos. Assim, é fundamental desenvolver um modelo experimental de asfixia perinatal que simule as condições clínicas dos recém-nascidos prematuros para investigar os efeitos desta condição e possíveis terapias complementares e/ou alternativas. No presente modelo de anóxia neonatal em roedores, foi observada morte celular aguda nas populações gliais e neuronais do hipocampo. Além disso, observou-se diminuição da neurogênese e do volume do hipocampo, e alterações na memória espacial e na aprendizagem de ratos adultos expostos à anóxia neonatal. Dentre as possibilidades de tratamento está a melatonina, que se mostrou antioxidante e neuroprotetora. Este estudo pretende então analisar a influência da melatonina em ratos Wistar submetidos à anóxia neonatal, com uma análise morfológica hipocampal refinada, incluindo medidas de comprimento, área, espessura cortical, curvatura superficial e volume da estrutura cerebral, por ressonância magnética (RM). Estes dados serão obtidos em colaboração com o Prof. Alexander Drobyshevsky (NorthShore University HealthSystem), que tem colaborado com o nosso grupo de investigação desde 2011 e tem experiência com a técnica de "Tensor-based mophometry" no seu laboratório. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)