Busca avançada
Ano de início
Entree

Circuitos do córtex infra-límbico envolvidos na disfunção do processamento do medo condicionado causada por estresse severo em ratos e ratas

Processo: 23/04565-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2023
Vigência (Término): 31 de julho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Carlos Cesar Crestani
Beneficiário:Carlos Cesar Crestani
Pesquisador Anfitrião: James Paul Herman
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Cincinnati, Estados Unidos  
Assunto(s):Córtex pré-frontal   Hipocampo   Condicionamento do medo   Ratos   Transtornos de estresse pós-traumáticos   Neurofarmacologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:córtex pré-frontal | Hipocampo | medo condicionado | Ratos | transtorno de estresse pós-traumático | Neurofarmacologia

Resumo

A exposição a estressor traumático (i.e., severo) provoca respostas comportamentais e fisiológicas que podem comprometer a saúde e o bem-estar, gerando alterações cerebrais que interferem na regulação emocional. Numerosas doenças, principalmente o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), compartilham disfunções comportamentais e fisiológicas típicas da exposição ao estresse traumático, indicativo de uma ligação entre a exposição ao estresse e a doença. Esta proposta objetiva investigar os neurocircuitos subjacentes às disfunções comportamentais duradouras ligadas ao estresse severo, com foco no papel de circuitos cerebrais envolvendo os córtex infra-límbico (IL). Estudos prévios apresentaram fortes evidências de redução da excitabilidade e de mecanismos sinápticos excitatórios de neurônios no IL após a exposição ao estresse severo, e a hipoatividade funcional do homólogo do IL em humano está associada ao TEPT. Desse modo, esta proposta objetiva entender os mecanismos subjacentes à hipofunção do IL induzida pelo estresse, concentrando-se nas mudanças na conectividade aferente. O estudo foi planejado para testar a necessidade e suficiência de conexões aferentes do IL nas disfunções duradoras induzidas por estresse severo na adaptação (extinção) e restabelecimento de respostas comportamentais (congelamento) de medo condicionado, usando um modelo murino de exposição a trauma [estresse prolongado único (EPU)]. O papel das aferências no IL oriundas do córtex pré-límbico (PL) e do hipocampo ventral (vHPA) nas disfunções do processamento do medo condicionado induzidas pelo EPU será testado usando a expressão mediada por vetor viral de DREADDs (do inglês, Designer Receptors Exclusively Activated by Designer Drugs) excitatórios e inibitórios. Os resultados deste estudo poderão subsidiar o desenvolvimento de novas estratégias de intervenções farmacológicas e/ou direcionadas a circuitos para promover a resiliência ao estresse em indivíduos expostos a estresse traumático. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)