Busca avançada
Ano de início
Entree

Um pintor flamengo em Portugal: O retrato de Dona Catarina e o circuito de louvores na corte de Dom João III (1521-1557)

Processo: 22/08455-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2023
Vigência (Término): 31 de agosto de 2025
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Pesquisador responsável:Cássio da Silva Fernandes
Beneficiário:Janaina Silva Santana
Instituição Sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):23/15329-0 - Diálogos artísticos e migrações culturais: a prática retratística de corte em Portugal no reinado de Dona Catarina de Áustria (1507-1578), BE.EP.MS
Assunto(s):Portugal   Renascimento   Retórica   História da arte
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Círculo de Louvores | Dona Catarina | Portugal | Renascimento | Retórica | retrato | História da Arte

Resumo

Esta pesquisa propõe estudar práticas retratísticas de corte em Portugal no Renascimento tomando como fonte principal o retrato de Dona Catarina de Áustria executado pelo pintor flamengo Anthonis Mor, em 1552, durante a sua estadia no reino. Parte-se do princípio de que a circulação de artistas estrangeiros habituados a diferentes clientelas tornou a corte joaninaum espaço privilegiado de confluência de correntes plásticas e estéticas na Península Ibérica. A metodologia de trabalho parte do princípio de que os retratos emulavam códigos linguísticos pela aplicação, na composição, de procedimentos retóricos e poéticos, o que enseja a hipótese de que, longe de se isolar em um campo artístico definido, a arte do retrato funcionava no interior de um universo cultural mais amplo, ligado a correntes humanistas. Além disso, a função política desempenhada pelos retratos, ao sinalizar hierarquias na corte e perpetuar a memória de seus integrantes, vem compor um vasto território de práticas integradas nesses materiais pela noção de autoridade, território que, com este projeto, pretendemos percorrer.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)