Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial de áreas verdes urbanas para observação de aves

Processo: 23/04840-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2023
Vigência (Término): 31 de agosto de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Conservação da Natureza
Pesquisador responsável:Katia Maria Paschoaletto Micchi de Barros Ferraz
Beneficiário:Taynara Cristine Bessi
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Biodiversidade   Ciência cidadã   Mata Atlântica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Avifauna urbana | Biodiversidade | Birdwatching | Ciência cidadã | Mata Atlântica | Paisagem antrópica | Coexistência humano-fauna

Resumo

A observação de aves é um segmento crescente do ecoturismo no Brasil, a qual transcende áreas naturais preservadas, podendo ocorrer em áreas verdes antropizadas propensas a resguardar uma rica comunidade de aves. Desta forma, potencializar a observação nestas áreas pode contribuir para a consolidação da saúde e bem-estar humano e melhorar o convívio humano-fauna silvestre. No entanto, cada público entusiasta por aves livres poderá valorizar aspectos distintos nas aves, o que, ainda hoje, torna o planejamento de um espaço urbano para a observação de aves bastante desafiante. Assim, o presente projeto visa desenvolver e aplicar um índice para analisar o potencial de áreas verdes urbanas à observação de aves. O projeto terá como área de estudo quatro campi universitário do estado de São Paulo (UNESP Rio Claro, UNICAMP, ESALQ/USP e USP São Paulo). O projeto ocorrerá em quatro fases: (1) Aquisição da lista de aves ocorrentes em cada local e identificação de suas características mais atraentes aos diferentes perfis de observadores (iniciantes, intermediários e experientes); (2) Determinação do peso que cada característica das aves exerce no público, seguindo as preferências de cada perfil de observador de aves; (3) Determinação da nota de atratividade de cada local de estudo a cada perfil de público conforme pesos testados na fase 2; (4) Validação dos resultados obtidos na fases 2 e 3 por meio da aplicação de um questionário ao público. O projeto espera identificar o quanto cada ave de um local antropizado pode exercer atração aos diferentes perfis de observadores de aves brasileiros. Esse resultado irá gerar conhecimento útil ao planejamento do turismo de observação de aves em locais fora de áreas naturais protegidas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)