Busca avançada
Ano de início
Entree

Zonas cinzentas e empreendedorismo: trabalho e condições de vida urbana de cicloentregadores plataformizados

Processo: 23/02467-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 28 de agosto de 2023
Vigência (Término): 27 de novembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia
Pesquisador responsável:Aline Suelen Pires
Beneficiário:João Pedro Ferreira Perin
Supervisor: Christian Andre Marie Azais
Instituição Sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: Conservatoire National des Arts et Métiers (Cnam), França  
Vinculado à bolsa:21/13376-5 - Viração, juventude e trabalho: os bikeboys à luz do discurso empreendedor, BP.MS
Assunto(s):Sociologia do trabalho   Empreendedorismo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cicloentregadores | Empreendedorismo | Trabalho plataformizado | viração | Zonas Cinzentas | Sociologia do Trabalho

Resumo

Em meio à um extenso processo de precarização, flexibilização e revoluções tecnológicas informacionais e comunicacionais, a plataformização de diversas atividades resulta em novos arranjos nas relações de trabalho, como no caso dos entregadores ciclistas por aplicativo, - bikeboys - composto por jovens negros e periféricos. Visando compreender como o empreendedorismo é utilizado como estratégia de sobrevivência construída e experimentada por bikeboys no município de São Paulo-SP, minha pesquisa de mestrado vem sendo conduzida junto a um grupo de cicloentregadores concentrados em um ponto próximo à Praça da República no centro de São Paulo, com os quais está sendo realizado um estudo baseado nas análises das trajetórias dos indivíduos selecionados. Dentro desse escopo, este projeto apresenta uma proposta de Bolsa de Estágio de Pesquisa no Exterior, a ser desenvolvido no Laboratoire Interdisciplinaire de Sociologie Économique (LISE) - CNAM, sob a supervisão do Prof. Dr. Christian Azaïs. O principal objetivo deste projeto BEPE é avançar teórica e metologicamente na análise de como o discurso empreendedor é assimilado, ressignificado e mobilizado por bikeboys, considerando a relação entre as trajetórias sociais dos sujeitos e suas estratégias construídas e experimentadas no trabalho plataformizado de cicloentregas. Nesse sentido, o contato com pesquisadores e atividades desenvolvidas no LISE, contribuirá teórica e metodologicamente para o desenvolvimento da investigação empreendida no mestrado, especialmente no que diz respeito aos trabalhos de Christian Azaïs, que destacam a importância da análise das "zonas cinzentas" no mundo do trabalho. Ao longo do estágio, me dedicarei à revisão de literatura, atividades acadêmicas promovidas pelo LISE e pesquisa exploratória na região de Saint-Denis junto ao supervisor. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)