Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de novos derivados de marinoquinolina com potencial atividade antimalárica e determinação de seu alvo molecular

Processo: 23/03295-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2023
Vigência (Término): 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Carlos Roque Duarte Correia
Beneficiário:Wellington da Silva
Supervisor: Matthew Todd
Instituição Sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: University College London (UCL), Inglaterra  
Vinculado à bolsa:22/03731-5 - Síntese de novos derivados marinoquinolínicos com potencial atividade antimalárica, BP.DR
Assunto(s):Química médica   Síntese orgânica   Malária   Desenvolvimento de fármacos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:malária | Marinoquinolinas | Síntese | Síntese orgânica e química medicinal

Resumo

A malária é uma doença causada por espécies do parasita Plasmodium spp, que é transmitida ao ser humano através da picada da fêmea do mosquito Anopheles quando infectada pelo Plasmodium. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), somente em 2020, a malária causou a morte de 627 mil pessoas. Atualmente, existem diversos medicamentos disponíveis no mercado para o tratamento da malária, porém, os parasitas estão ganhando resistência a eles, tornando assim o tratamento ineficaz. Além disso, a única vacina atualmente disponível (RTS,S/AS01) não é eficaz contra todas as espécies de parasitas. Portanto, o desenvolvimento de novos fármacos capazes de combater com eficiência esta doença é extremamente urgente. Nesse contexto de descoberta de novos fármacos, uma classe de compostos denominada marinoquinolinas (MQs) vem ganhando destaque devido às suas atividades inibitórias contra o Plasmodium. Portanto, este projeto se propõe a sintetizar e caracterizar várias MQs, derivadas da MQ mais potente já descoberta pelo grupo do professor Correia. A rota sintética proposta envolve 9 a 10 etapas de reação, partindo do pirrol e 4-metoxi-2-nitroanilina. As novas marinoquinolinas serão então submetidas à avaliação in vitro contra P. falciparum. Outro objetivo do projeto é entender o modo de ação das marinoquinolinas, identificando o alvo desses compostos. Com o alvo em mãos, será feito um estudo de modelagem molecular para identificar novas estruturas potenciais, que serão sintetizadas e avaliadas frente ao P. falciparum. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)