Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da integridade estrutural de estruturas temporais e do tálamo mediante relaxometria T2 por ressonância magnética em pacientes com epilepsia mioclônica juvenil

Processo: 23/02025-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2023
Vigência (Término): 30 de abril de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fernando Cendes
Beneficiário:Carlos Dibbern
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Assunto(s):Epilepsia   Neurologia   Ressonância magnética
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:epilepsia | Neurologia | Ressonância Magnética | Sinal T2 | Neurologia

Resumo

As epilepsias são doenças crônicas marcadas pela recorrência da ativação exacerbada de uma determinada população de neurônios cerebrais, o que configura as crises epilépticas. Dentre as formas de epilepsia encontra-se a epilepsia mioclônica juvenil, na qual todo o cérebro é afetado durante a crise, que se caracteriza por espasmos musculares e manifestações tônico-clônicas. Sabe-se que algumas estruturas cerebrais estão relacionadas à epilepsia mioclônica juvenil, como o tálamo; contudo, estruturas temporais (como o polo anterior do lobo temporal, a amígdala e o hipocampo) podem também contribuir para essa forma de epilepsia. Este projeto visa analisar a integridade estrutural dessas quatro estruturas em pacientes com epilepsia mioclônica juvenil de modo a investigar a relação entre elas e a epilepsia. Isto será feito por meio de quantificação do sinal T2 nessas estruturas em mapa de relaxometria por ressonância magnética T2-multieco, considerando que alterações neste sinal foram encontradas em determinadas estruturas em outras formas de epilepsia (como o sinal aumentado no hipocampo em epilepsia do lobo temporal). A quantificação será feita no grupo de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil e no grupo controle normal através do software Relaxo LNI, e a análise estatística será feita por testes de Qui-quadrado ou exato de Fisher, a depender da distribuição da amostra. O resultado também poderá sugerir o sinal T2 como biomarcador para avaliar o estado estrutural e funcional dessas estruturas, auxiliando a identificação de anormalidades não visíveis à imagem convencional de ressonância magnética.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)