Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do treinamento combinado realizado antes do tratamento na proliferação celular e na expressão de c-miRNA do tumor de mulheres com câncer de mama

Processo: 23/02398-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2023
Vigência (Término): 30 de abril de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Miguel Soares Conceição
Beneficiário:Gilmar Dias da Silva Júnior
Instituição Sede: Universidade São Francisco (USF). Campus Bragança Paulista. Bragança Paulista , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/01424-5 - Efeitos do treinamento físico combinado em mulheres com Câncer de Mama submetidas a quimioterapia, AP.JP
Assunto(s):Epigenômica   Treinamento físico   Neoplasias
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:epigenética | treinamento físico | tumor | Exercício físico e câncer

Resumo

Introdução: O crescimento tumoral e o tratamento neoadjuvante induzem uma degradação da massa muscular e da aptidão aeróbia em mulheres com câncer de mama. Esses prejuízos podem aumentar a toxicidade e diminuir o efeito da quimioterapia. Também é sabido que o tumor consome grandes quantidade de glicose, devido ao seu metabolismo glicolítico. Adicionalmente, tumores com crescimento agressivo são sempre caracterizados pelo aumento na expressão de transportadores de glicose como GLUT-1 e, especialmente em tumores de mama, já foi demonstrado que existe uma correlação entre a expressão desse transportador e proteínas relacionadas a proliferação celular (Ki-67). Por esse motivo, o tumor pode provocar resistência à insulina, afim de direcionar maior quantidade de glicose para seu consumo e aumentar sua proliferação. Visto que o treinamento combinado (TC) pode diminuir a quantidade de glicose circulante, é possível sugerir que essa diminuição vá alterar o metabolismo do tumor, tornando-o menos apto a consumir glicose e, então, diminuir a sua proliferação. Outro mecanismo que pode contribuir para diminuir a agressividade do tumor é a expressão de miRNAs na corrente sanguínea (c-miRNA) pós treinamento físico. Tem sido demonstrado que c-miRNAs podem exercer uma função regulatória importante no controle da expressão de genes supressores tumorais, bem como na modulação de processos que controlam a expressão de oncogenes. Dessa maneira, é possível sugerir que os c-miRNAs sejam algumas das principais exercinas envolvidas na produção dos efeitos intrínsecos produzidos pelo exercício físico no tumor. Objetivos: Determinar o efeito do treinamento combinado, realizado antes do tratamento, nos níveis de Ki-67 no tumor e nos níveis basais e a resposta aguda ao exercício da expressão de c-miRNAs de mulheres com câncer de mama. Métodos: Admitindo o erro amostral de no máximo 10%, com um intervalo de confiança igual a 95%, será necessária uma amostra mínima de 100 casos. Assim, 100 mulheres com câncer de mama com indicação de quimioterapia neoadjuvante serão alocadas em um dos seguintes grupos: TC antes da quimioterapia (TC, n=50), ou grupo controle (GC, n=50). Em seguida, essas mulheres realizarão, tanto antes do período de TC, como também após, as seguintes avaliações: 1) composição corporal por absorciometria de raios X de dupla energia (DXA); 2) força muscular por meio do teste de uma repetição máxima (1-RM); 3) aptidão aeróbia por meio do teste direto de consumo máximo de oxigênio (VO2máx); 4) funcionalidade por meio dos testes de sentar e levantar e Timed Up and Go; 05) qualidade de vida por meio do questionário FACT-B; 6) ingesta nutricional por recordatórios alimentares; 7) coletas de sangue e de tumor para análises moleculares. Amostras de sangue para as análises moleculares serão coletadas em 5 momentos: 1ª) antes da primeira sessão de TC; 2ª) imediatamente após a primeira sessão de TC; 3ª) antes da última sessão de TC; 4ª) imediatamente após a última sessão de TC; 5ª) 3 dias após as 8 semanas de TC. O TC será realizado 3 vezes por semana. O protocolo de TC será composto por treinamento de força (8 exercícios, 1-3 séries de 8-12 RM a 80-90% de 1-RM e 2 min entre as séries) seguido de treinamento aeróbio (3-4 séries de 3 min a 90% do VO2máx por 3 min de recuperação ativa (30% do VO2máx) no cicloergômetro. Resultados esperados: Se as hipóteses desse projeto forem confirmadas, o TC realizado antes do tratamento irá modificar o padrão da expressão aguda e basal de c-miRNAs inseridos em vesículas extracelulares, de forma a induzir um aumento da expressão de c-miRNAs relacionados à supressão tumoral, bem como a diminuição da expressão de c-miRNAs relacionados ao aumento da progressão tumoral.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)