Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção do antígeno (produto mínimo viável) e prototipagem do teste Sporothrix-ELISA

Processo: 23/03791-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência (Início): 01 de abril de 2023
Vigência (Término): 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Leila Maria Lopes Bezerra
Beneficiário:Leila Maria Lopes Bezerra
Empresa Sede:Bio Insumos e Diagnósticos Ltda
CNAE: Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Atividades de serviços de complementação diagnóstica e terapêutica
Atividades de apoio à gestão de saúde
Vinculado ao auxílio:21/06197-7 - Produção do antígeno (produto mínimo viável) e prototipagem do teste Sporothrix-ELISA, AP.PIPE
Assunto(s):Micologia   Micoses   Antígenos   Esporotricose   Glicobiologia   Sporothrix   Testes imediatos   Ensaio de imunoadsorção enzimática
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:antígeno | Diagnóstico rápido | esporotricose | Glicobiologia | Sporothrix spp | Teste de ELISA | Micologia

Resumo

As infecções fúngicas, mais conhecidas como micoses, são doenças infecciosas causadas por microrganismos eucariontes, os fungos patogênicos. O reino Fungi tem uma biodiversidade de cerca de 1,5 milhão de espécies, muitas delas com potencial biotecnológico, são utilizadas na indústria e algumas espécies tem impacto na área de Saúde ou a ela correlacionada. As infecções causadas por fungos causam enorme impacto econômico na Agricultura como, por exemplo, a vassoura de bruxa (Moniliophtora perniciosa) do cacaueiro e, ganham cada vez mais importância na Saúde Humana e Animal, em decorrência da adaptação e evolução destes microrganismos em direção ao parasitismo animal. No entanto, pesquisar e descobrir biomarcadores ou antígenos fúngicos não é trivial. Por isso, empresas que produzam fármacos para tratar estas infecções ou que trazem soluções para o seu diagnóstico ainda são escassas no mercado mundial. As principais razões para esta lacuna no mercado residem no fato de drogas antifúngicas serem tóxicas ao hospedeiro animal específicos (eucarionte-eucarionte) e encontrar novos alvos terapêuticos específicos é um alto risco, ademais, biomarcadores e/ou antígenos de fungos são de natureza não proteica, geralmente carboidratos - biomoléculas não clonáveis e nem detectáveis pelas técnicas moleculares e genômicas. A Glicobiologia é a área de atuação e especialização de pesquisadora principal e fundadora da BIDiagnostics, que durante sua atuação na academia durante mais de 30 anos estuda glicoconjugados isolados de fungos patogênicos, dentre eles antígenos. Em conclusão, glicoconjugados tem impacto nas Life Sciences, assim como na Tecnologia e Inovação na área de Saúde e, poucos grupos têm este domínio tecnológico. Estas biomoléculas são abundantes na superfície de fungos, sendo excelentes marcadores para diagnóstico de infecções micóticas, mas não raro podem dar reações cruzadas. Citamos como exemplo deste nicho de mercado o kit comercial Platelia Aspergillus (BioRad), que há mais de uma década é a única ferramenta comercial utilizada no mundo para diagnosticar a aspergilose invasiva. Uma dor ou uma carência representa uma oportunidade e, visando cobrir esta lacuna de mercado, foi fundada a BIDiagnostics, em 2019, com apoio de um projeto PIPE FASE 1 que se desenvolveu com sucesso na área de Saúde Humana. No decorrer do projeto pivotamos para o mercado PET, por ser maior e mais promissor, realizando, em paralelo, a prova de conceito do teste Sporothrix-ELISA para a esporotricose humana e felina (Felis catus domesticus). Nesta proposta estamos submetendo o projeto PIPE FASE 2 com o objetivo de consolidar a BIDiagnostics como uma empresa nacional focada na produção certificada de antígenos fúngicos - produção de insumos críticos para diagnóstico - visando o desenvolvimento e a comercialização de kits para diagnóstico de micoses, dentre elas a esporotricose. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)