Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem da dinâmica da matéria orgânica do solo em sistemas de cobertura de longo prazo

Processo: 22/00230-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 15 de julho de 2023
Vigência (Término): 20 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Carlos Alexandre Costa Crusciol
Beneficiário:José Roberto Portugal
Supervisor: Marcelo Valadares Galdos
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa: Rothamsted Research, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:20/05997-7 - Coberturas vegetais em sistemas de longo prazo: recuperação do 15N-fertilizante e qualidade da matéria orgânica do solo afetados pela consorciação de culturas, BP.PD
Assunto(s):Adubo verde   Matéria orgânica do solo   Cobertura do solo   Carbono orgânico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:adubo verde | carbono orgânico do solo | Forrageira | Matéria orgânica do solo

Resumo

Esta pesquisa dá continuidade a um experimento de cultivo de cobertura de longa duração iniciado na safra de 2006 na Fazenda Experimental Lageado em Botucatu - SP. Este é um experimento que faz parte da Global Long-Term Agricultural Experiment Network organizada pela Rothamsted Research. Em regiões tropicais, a rotação de culturas e a adoção de culturas de cobertura são necessárias para aumentar a matéria orgânica do solo (MOS) em sistemas agrícolas de conservação, como sistemas de plantio direto. No entanto, os cenários de mudanças climáticas exigem um melhor entendimento de quais sistemas de produção têm maior potencial para mitigar as emissões e promover a adaptação agrícola. Nossa hipótese é que os sistemas de cultivo de longo prazo que adotam culturas de cobertura consorciadas aumentarão o sequestro de carbono e a resiliência agrícola sob as mudanças climáticas. O objetivo é avaliar a dinâmica da SOM em sistemas consorciados usando dois modelos baseados em processos: DayCent e Microbial Efficiency-Matrix Stabilization (MEMS). Os tratamentos consistem em quatro sistemas de cultivo (I - soja-milho-pousio; II - soja-milho-forrageira; III - soja-milho-adubação verde; IV - soja-milho-forrageira+adubação verde). Os modelos serão parametrizados e calibrados a partir de dados de solo, clima e práticas de manejo obtidos em experimentos. Dados de matéria orgânica particulada (POM) e matéria orgânica associada a minerais (MOAM) nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-20, 20-40, 40-60, 60-80 e 80-100 cm e gás emissões (N2O, NO e CO2) em profundidades de 0-20 cm serão usadas para avaliar os modelos. A parceria entre a UNESP e a Rothamsted nesta proposta elucidará ainda mais o efeito de práticas de manejo sustentável em sistemas agrícolas tropicais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)