Busca avançada
Ano de início
Entree

CH4 e CO2 biogênicos e atividade microbiana de subsuperfície nas bacias do Acre e Marajó

Processo: 23/00448-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2023
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:André Oliveira Sawakuchi
Beneficiário:Angela Ethelis Jimenez Martinez
Instituição Sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/23899-2 - Projeto de Perfuração Transamazônica: origem e evolução das florestas, clima e hidrologia dos trópicos da América do Sul, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Dióxido de carbono   Metano   Biogeoquímica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dióxido de carbono | Geobiologia | Metano | Sedimentos orgânicos | Biogeoquímica

Resumo

O bioma amazônico abriga a maior diversidade de espécies da Terra e constitui importante elemento do ciclo do carbono, com capacidade para influenciar o clima global. A floresta amazônica é crucial para a produção e distribuição da umidade atmosférica na América do Sul, além de sustentar a maior bacia hidrográfica do mundo, a qual conecta as montanhas andinas com o oceano Atlântico equatorial. A evolução geológica, climática e biológica da Amazônia representa um dos grandes temas da Ciência contemporânea, pois é fundamental para compreender a origem da biodiversidade tropical e os efeitos das mudanças climáticas e da evolução da paisagem física sobre a biota, tanto em relação às mudanças ocorridas no passado quanto às projetadas para o futuro. Serão amostrados testemunhos sedimentares entre 1200-2000 m nas bacias do Acre e Marajó. Este sedimentos servirão responderão múltiplas questões científicas. Este projeto de pós-doutorado visa avaliar o potencial de produção biogênica de CH4 e CO2 em subsuperfície das bacias do Acre e Marajó. Os objetivos deste estudo incluem especificamente estimar as taxas e vias de produção e consumo de CH4 e CO2 em subsuperfície e identificar, com análises moleculares, (sequência de 16S rRNA) a composição das comunidades metanogênicas e metanotróficas associadas ao ciclo do metano. Estes resultados visam indicar os papéis desses organismos na ciclagem de nutrientes dentro dos ecossistemas microbiais de subsuperfície.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)