Busca avançada
Ano de início
Entree

Restrição à Participação Auditiva: Estudo da Autopercepção de Saúde, do Suporte Social e da Qualidade de Vida da Pessoa Idosa

Processo: 22/15691-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2023
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Leticia Pimenta Costa Guarisco
Beneficiário:Anna Clara Simon Landim Silveira
Instituição Sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Apoio social   Envelhecimento   Idosos   Perda auditiva   Qualidade de vida   Geriatria
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Apoio social | autopercepçao de saúde | Envelhecimento | idoso | perda auditiva | Qualidade De Vida | Gerontologia

Resumo

A perda auditiva relacionada à idade é considerada um dos problemas mais prevalentes da população idosa e pode abarcar consequências desfavoráveis. Tratando-se da saúde biopsicossocial, revela-se a importância de compreender a restrição à participação e as demais desvantagens da perda de audição através da percepção dos indivíduos idosos. O objetivo do estudo é verificar se a restrição da participação auditiva possui associação com a autopercepção da saúde e da perda auditiva, com o suporte social e com a qualidade de vida em pessoas idosas. Método: O estudo será de delineamento transversal, observacional, descritivo e com abordagem quantitativa dos dados. Pretende-se realizar a utilização de um banco de dados constituído por informações coletadas no ano de 2017 em domicílio de 238 pessoas idosas cadastradas em 5 unidades de Estratégia de Saúde da Família provenientes de um município paulista de médio porte. Os instrumentos de avaliação aplicados na coleta foram: o Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Version (HHIE-S), o Medical Outcomes Study (MOS), a Avaliação Subjetiva de Saúde e o Short-Form 6 dimensions (SF-6D). Haverá a organização dos dados em uma planilha sobre as informações sociodemográficas, a presença de comorbidades e o resultados das avaliações. Dando seguimento, será realizada a estatística descritiva com medidas de posição e dispersão para as variáveis contínuas e a frequência para as variáveis categóricas. Dentre as variáveis almeja-se comparar os grupos sem e com restrição da participação auditiva. Será usado o método de regressão logística binária para avaliar as relações das variáveis independentes sobre as variáveis dependentes, sendo que o nível de significância que será adotado é de 5% (p d 0,05).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)