Busca avançada
Ano de início
Entree

Pescado para a saúde - melhora da qualidade nutricional do pescado cultivado para consumo humano

Processo: 22/16588-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2023
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
Pesquisador responsável:Daniel Eduardo Lavanholi de Lemos
Beneficiário:Caio Augusto Perazza
Instituição Sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/06830-9 - Pescado para a saúde - melhora da qualidade nutricional do pescado cultivado para consumo humano, AP.NPOP
Assunto(s):Pescado   Recursos pesqueiros
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Pescado | Recursos Pesqueiros

Resumo

O projeto tem como objetivo a promoção e o aumento do consumo de peixes e alimentos de origem aquática (Pescado) como uma alternativa mais saudável para as carnes vermelhas processadas e as 'fast-foods' no combate à obesidade, doenças do coração e males associados no Estado de São Paulo; tendo a prevalência de obesidade crescido na capital de 10% para 16% em homens e de 12% para 19% em mulheres entre 2006 e 2016, sendo que a obesidade e suas implicações são responsáveis por mais de 65% das mortes no Brasil, e os custos de serviço de saúde para tratamento de sobrepeso e obesidade ultrapassam R$ 143 bilhões, anualmente. Especificamente, o projeto visa melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas do Estado de São Paulo por meio da implementação de uma abordagem multidisciplinar de pesquisa, com os seguintes objetivos: 1) realização de um estudo sócio-econômico de mercado sobre os principais alimentos de Pescado consumidos no Estado, incluindo aqueles provindos de criação e produtos importados, 2) determinação do conteúdo de nutrientes e da qualidade dos principais alimentos de Pescado consumidos no Estado e sua contribuição atual em relação à ingestão total de nutrientes, 3) monitoramento da variabilidade no conteúdo de nutrientes e da qualidade dos dois Pescados provindos de aquicultura que são mais consumidos no Estado (tilápia e camarão marinho), e da composição nutricional e qualidade das rações localmente produzidas em suas criações, 4) melhoramento do conteúdo de nutrientes e do valor potencial para a saúde humana de tilápias e camarões cultivados por meio da fortificação com ácidos graxo poli-insaturados ômega-3 (EPA e DHA, vitaminas lipossolúveis (vitaminas A, D e E) e elementos traços essenciais (iodo, selênio, cromo), 5) aplicação de técnicas de processamento otimizadas para o desenvolvimento de produtos mais sustentáveis com foco na redução de perdas na industrialização do Pescado, 6) aumento da qualidade nutricional e da lucratividade da produção de tilápia no Estado usando marcadores genéticos e estudos do genoma, e 7) aumento da consciência e da compreensão dos benefícios do Pescado para a Saúde (em particular para mulheres, crianças e adolescentes) por meio de disseminação e publicações dos resultados do projeto, mídias sociais, exposições e seminários ao público, e a organização de um Simpósio Internacional sobre Pescado para a Saúde. O Núcleo resultará em dados de Pesquisa e conhecimento novo sobre o consumo saudável de Pescado, que representa um alimento importante para o futuro, em termos de nutrição, segurança alimentar e sustentabilidade.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)