Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das propriedades físico-químicas de cimentos obturadores à base de silicato de cálcio.

Processo: 22/11414-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2023
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Rodrigo Ricci Vivan
Beneficiário:Julia Alcantara Martins
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Cimento de silicato   Obturação do canal radicular   Teste de materiais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cimento de silicato | Endodontia | Endodontics | Materials Testing | Obturação do canal radicular | Root Canal Obturation | Silicate Cement | Teste de Materiais | Endodontia

Resumo

Uma das limitações da endodontia, principalmente relacionado à ciência de materiais, é o desenvolvimento de materiais que promovam a regeneração e/ou reparo dos tecidos pulpar/periapical. Dessa forma, novos materiais endodônticos têm sido apresentados, sendo necessário a realização de testes que evidenciem suas diferentes propriedades e possibilitem a seleção do melhor material para determinada situação clínica. Assim, o objetivo deste trabalho será avaliar as propriedades físico-químicas do cimento endodôntico obturador à base de silicato de cálcio em apresentação pó/líquido Sealer Plus BC (MK Life, Porto Alegre, RS, Brasil); comparando com as propriedades dos cimentos: BioRoot RCS (Septodont Inc., SaintMaur-des-Fossés, Île-deFrance, France) e MTApex (Ultradent Products Inc., South Jordan, UT, USA). As propriedades a serem avaliadas serão: radiopacidade; escoamento; pH (potencial hidrogeniônico); liberação de íons cálcio; solubilidade; alteração volumétrica e tempo de presa. Para os testes de radiopacidade, escoamento, solubilidade e confecção dos corpos de prova para os tempos de presa serão seguidos as especificações nº57 da ANSI/ADA (2000) e ISO 6876 (2012). Para a medição dos tempos de presa inicial e final será empregado a norma ASTM C266/2008. O pH e a liberação de íons cálcio serão avaliados nos períodos de 3, 24, 72 e 168 horas; e a alteração volumétrica será avaliada por meio da análise volumétrica em Microtomografia Computadorizada (Micro-CT). Os dados obtidos serão aplicados emtestes estatísticos com nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)