Busca avançada
Ano de início
Entree

Preservação do patrimônio ferroviário e análise paisagística: a proteção atribuída à Vila de Paranapiacaba (Condephaat Processo n.º 22209/82)

Processo: 21/08695-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2023
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Maria Tereza Duarte Paes
Beneficiário:Milena Meira da Silva
Instituição Sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):23/07623-5 - Instrumentos, estudos e projetos direcionados à preservação da paisagem industrial, BE.EP.DR
Assunto(s):Paisagem   Patrimônio ferroviário   Preservação
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:mecanismos de proteção | paisagem | Patrimônio Ferroviário | Preservação | Dinâmica territorial: sistemas técnicos atuais e novas práticas sócio-espaciais.

Resumo

A problemática acerca da indefinição de um mecanismo de proteção que atenda as especificidades do patrimônio industrial ferroviário como patrimônio recente, de ampla extensão e de valorações diversas, ainda persiste como objeto de reflexão entre diferentes disciplinas e agentes. Nesta pesquisa pretende-se analisar os critérios da proteção atribuída à Vila de Paranapiacaba (Processo número 22209/82), pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), a fim de averiguar sua adequação aos objetivos de preservação de um bem ferroviário, cuja atuação se estende em área natural e urbana, de paisagem indissociável. De modo específico, a investigação perpassa pela identificação e análise de políticas e mecanismos de proteção ao patrimônio ferroviário em âmbito nacional, estadual e municipal; pela compreensão do ato declaratório de tombamento, seus critérios e sua utilização pelo Condephaat, com foco no caso da Vila de Paranapiacaba; e a identificação de políticas e instrumentos nacionais e internacionais que concebam a proteção do patrimônio industrial ferroviário por meio de leitura paisagística e possam subsidiar o caso em análise. Além da investigação sobre o campo operacional da proteção do bem tombado, a análise aqui proposta busca elaborar uma reflexão mais aprofundada sobre a influência da leitura paisagística para a preservação do patrimônio ferroviário. Esta pesquisa visa contribuir com a investigação dos instrumentos, planos e metodologias direcionadas ao patrimônio industrial ferroviário, considerando a leitura paisagística como uma contribuição para o tratamento, operacional e teórico, dessa categoria de patrimônio.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)