Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização funcional de SvUGTs potencialmente envolvidas na glicosilação de tricina em Setaria viridis

Processo: 22/12496-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2022
Vigência (Término): 30 de abril de 2026
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Igor Cesarino
Beneficiário:Arthur de Barros Rates
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/06142-8 - Modificando o metabolismo fenólico: da descoberta de funções gênicas às biofábricas verdes, AP.BIOEN.JP2
Assunto(s):Flavonoides   Lignina   Setaria viridis   Biologia molecular
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:flavonoids | glycosylation | lignin | Setaria viridis | Tricin | UDP glycosyltransferases | Biologia Molecular

Resumo

A lignina é um polímero aromático abundantemente presente na parede celular secundária de plantas. Consequentemente, ela constitui uma parte significativa da biomassa vegetal. Devido a sua natureza recalcitrante, a lignina é considerada um obstáculo para a extração de açúcares fermentáveis para a produção de compostos derivados, os quais são cada vez mais considerados como alternativas sustentáveis e renováveis a combustíveis fósseis. Recentemente, a flavona tricina foi identificada como um monômero autêntico de lignina presente primariamente em gramíneas, onde atua como sítio de polimerização inciial. Dessa forma, a tricina pode ser um importante alvo para a bioengenharia de plantas visando a de-lignificação mais eficiente. Anteriormente, observamos que folhas e caules da gramínea C4 modelo Setaria viridis acumulam tricina em suas ligninas de forma muito contrastante, apesar de expressarem seus genes biossintéticos de forma semelhante. Dado o papel de UDP-glicosiltransferases (UGTs) no armazenamento de fenilpropanoides, hipotetizamos que essas proteínas possivelmente desempenham funções importantes na regulação da incorporação de tricina no polímero de lignina. Este projeto objetiva identificar e caracterizar SvUGTs envolvidas na glicosilação de tricina em Setaria viridis, uma gramínea C4 modelo usada em estudos de bioengenharia, e investigar seus papéis no controle da incorporação de tricina em polímeros de lignina. Inicialmente, será feita uma caracterização genome-wide da família SvUGT. Em seguida, genes das subfamílias UGT706 e 707, que foram previamente implicadas na glicosilação de flavonas e flavonols, preferencialmente expressos em caules, serão expressos em Escherichia coli, e as proteínas recombinantes serão caracterizadas quanto a suas capacidades de glicosilar tricina in vitro. O gene com os melhores parâmetros cinéticos serão superexpressos para avaliar suas funções in planta. As linhagens transgênicas resultantes serão caracterizadas quanto a parâmetros de biomassa, deposição de parede celular, incorporação de tricina em lignina e alterações no perfil fenólico. Por último, o efeito da superexpressão na recalcitrância da biomassa vegetal será avaliado usando ensaios de sacarificação. Este trabalho fornecerá não só conhecimentos inéditos sobre metabolismo de tricina e sua regulação, mas também alvos potenciais para estratégias de bioengenharia futuras.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)