Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise imuno-histoquímica do reparo ósseo peri-implantar de uma nova superfície de implante revestida com vidro bioativo

Processo: 22/15076-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2023
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Elcio Marcantonio Junior
Beneficiário:Lucas de Andrade Rodrigues
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitus   Implantes dentários   Imuno-histoquímica   Ósseointegração   Implantodontia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:diabetes mellitus | implantes dentários | imuno-histoquímica | osseointegração | Implantodontia

Resumo

A proposta desse projeto de pesquisa será investigar em coelhos hiperglicêmicos o processo de reparo peri-implantar em áreas que receberam implantes dentários com tratamento de superfície por nanoativação de hidroxiapatita (NanoHA, UNITITE® Compact, SIN Implantes, Brasil) e posteriormente modificados pelo processo de biofuncionalização com o vidro bioativo (BSF18®, Vetra Biomaterials, Brasil). Para isto, um total de 16 coelhos será dividido bilateralmente em 4 grupos com 8 animais em cada do osso ilíaco (n=total de 2 implantes/animal), os grupos serão os seguintes: Grupo 1: coelho normoglicêmico com implantes NanoHA®; Grupo 2: coelho normoglicêmico com implantes NanoHA®+BSF18®; Grupo 3: coelho hiperglicêmico com implantes NanoHA®; Grupo 4: coelho hiperglicêmico com implantes NanoHA ®+BSF18®. Inicialmente os coelhos do Grupo 3 e 4 irão ser induzidos ao Diabetes Mellitus (DM) com dose de Aloxana® via veia auricular e os Grupo 1 e 2 irão receber soro fisiológico, e após 72 horas irá ser coletado uma amostra sanguínea de todos os animais para contestar o controle glicêmico. Após a DM estabilizada, os animais serão submetidos ao procedimento cirúrgico de instalação dos implantes instalados no osso ilíaco, assim como, coleta sanguínea para análise dos parâmetros bioquímicos. A eutanásia dos animais será realizada após 7 dias para obtenção das peças cirúrgicas e coleta sanguínea para análise de parâmetros bioquímicos. As peças serão processadas com EDTA para descalcificação e assim a análise imuno-histoquímica com o objetivo de detectar a presença da proteína óssea RUNX-2. Para a análise estatística, caso os dados gerados sejam normais, os testes paramétricos de Anova complementado pelo teste de Tukey será utilizado para a análise inferencial dos dados. Caso contrário, o teste não paramétrico de Kruskall-Wallis complementado pelo teste de Dunn será utilizado para a análise dos dados. Todos os testes serão aplicados com um nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)