Busca avançada
Ano de início
Entree

Redes de co-expressão gênica associadas ao perfil de ácidos graxos do músculo esquelético e fígado de suínos alimentados com diferentes níveis e fontes de óleo

Processo: 22/10643-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2023
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Aline Silva Mello Cesar
Beneficiário:Simara Larissa Fanalli
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/25180-2 - Efeito da adição de ácido oléico na dieta de suínos sobre o perfil da resposta imunológica e de ácidos graxos de diferentes tecidos, AP.JP
Assunto(s):Biologia de sistemas   Doenças metabólicas   Metabolismo dos lipídeos   Modelos animais   Suínos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:biologia de sistemas | doenças metabólicas | metabolismo de lipídeos | Modelo Animal | redes de co-expressão | Suínos | Genomica Funcional e Nutrigenômica

Resumo

A carne suína é a mais consumida no mundo e fonte de ácidos graxos na dieta humana. Estratégias nutricionais vêm sendo utilizadas para promover alteração e melhora do perfil lipídico da carne aumentando os efeitos benéficos a saúde humana. A composição dos ácidos graxos (AG) depositados nos tecidos de suínos pode ser modificada através da dieta adotada com diferentes tipos de óleos. No entanto, os efeitos da inclusão dietética de óleos como canola, peixes e soja na expressão gênica de suínos são em sua maioria desconhecidos. Nesse sentido, nosso objetivo é identificar redes de co-expressão gênica associadas ao perfil de AG do músculo esquelético e fígado de suínos alimentados com diferentes níveis e fontes de óleo. Nesse estudo serão utilizados dados RNA-Seq de 72 suínos machos imunocastrados, alimentados com dietas consistindo em dieta basal de milho e farelo de soja suplementadas com 1,5% de óleo de soja (SOY1.5 nível comum usado na produção comercial de suínos) ou 3% de óleo de soja (SOY3.0), ou 3% de óleo de canola (CO) ou 3% de óleo de peixe (FO) por um período experimental de 98 dias durante as fases de crescimento e terminação (18 animais/tratamento). Assim como o perfil de AG depositados no músculo esquelético e fígado. A estimativa da associação entre os genes expressos e AG depositados será através de construção de redes de co-expressão a partir dos dados de RNA-Seq (n = 72) com as contagens normalizadas por transcrição por milhão (TPM), através do pacote WGCNA (Weighted Correlation Network Analysis) R e o enriquecimento funcional e análise de rede serão realizados pelos softwares Cytoscape e DAVID. Os resultados aqui esperados possuem um perfil tecnológico e de inovação significativos uma vez que fornecem informações relevantes aos conhecimentos de biologia de sistemas e podem apontar alvos a serem explorados na seleção genômica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)